Publicado 13 de Agosto de 2013 - 9h47

Por France Press

Treze pessoas morreram nesta terça-feira em vários ataques no Iraque, no momento em que o governo tenta, sem sucesso, conter a violência com uma ampla operação contra grupos armados. O ataque mais violento aconteceu ao sul de Bagdá, quando um carro-bomba explodiu depois da oração do meio-dia na huseiniya (local de culto xiita) de Al-Zahraa. Quatro pessoas morreram e 14 ficaram feridas.

Ao norte de Bagdá, um soldado, um combatente anti-Qaeda e dois civis morreram em atentados com explosivos na província de Saladino.

Na região norte do país, na província de Kirkuk, um carro-bomba matou três policiais.

Também na região norte, na província de Nínive, um ex-soldado e um civil morreram em tiroteios.

Na segunda-feira, vários atentados deixaram 28 mortos no país.

A nova onda de violência eleva a 3.421 o número de mortos em ataques no Iraque desde o início do ano, segundo um balanço da AFP, o que representa a média de 15 mortes por dia.

Escrito por:

France Press