Publicado 22 de Agosto de 2013 - 22h06

Por Agência Anhanguera de Notícias

A Polícia Civil de Campinas fez uma nova paralisação das atividades nesta quinta-feira (22) em Campinas. Ao menos nove delegacias aderiram à “Operação Blecaute”, organizada pela Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Adpesp).

O ato é um protesto contra as más condições de trabalho. É a quarta vez que a categoria para em 25 dias, e atende apenas as ocorrências graves e flagrantes por um determinado período.

O protesto interrompeu as atividades das 10h às 16h. Na última paralisação, realizada no dia 8, delegados e policiais civis de todo o Estado paralisaram suas atividades por quatro horas, das 10h às 14h.

Durante as paralisações todas as delegacias do Estado permanecem de portas abertas, mas com as atividades paralisadas.

O principal objetivo da ação é conscientizar a sociedade sobre péssimas condições de trabalho que inviabilizam a prestação de serviços de qualidade.

A mobilização visa também protestar contra a desvalorização da categoria, que perde um delegado de polícia a cada dez dias por conta dos baixos salários pagos pelo Estado, que ocupa a 26 posição no ranking salarial entre os 27 entes federados, segundo a associação.

A categoria reivindica mais policiais e acompanhamento médico e psicológico. A cidade possui déficit de 300 profissionais, segundo balanço feito pelo sindicato que representa a categoria.

Escrito por:

Agência Anhanguera de Notícias