Publicado 13 de Agosto de 2013 - 11h40

Por Correio Popular

Um homem, 63 anos, foi acusado de abusar sexualmente das três netas - gêmeas de 3 anos e a mais velha de 15 - na noite desta terça-feira (12), no Parque Cidade, em Campinas. 

De acordo com informações da Polícia Militar, a mãe das meninas foi quem registrou o boletim de ocorrência. A mãe informou que a menina mais velha - que é irmã das gêmeas apenas por parte de pai - contou para a mãe que teria visto o avô abusando da irmã de três anos, enquanto ela dormia. A mãe então perguntou para a menina, que confirmou os fatos. 

A menina de 15 anos ainda confessou que desde os quatro anos de idade é abusada sexualmente pelo avô paterno. O primeiro estupro foi concretizado quando a menina tinha cerca de 13 anos. A adolescente afirmou que os abusos eram constantes e que nunca havia dito nada por ser ameaçada pelo homem. 

A mãe das gêmeas ainda informou à Polícia Militar que há dois meses atrás teria levado uma das meninas ao médico por ter percebido um sangramento nas partes íntimas de uma das filhas. No hospital da Unicamp, exames foram realizados e constatado que os machucados poderiam ter sido ocasionados por abuso sexual. Os possíveis abusos podem ter acontecido no Bairro do Matão, onde as crianças moram com o pai. A adolescente mora com a mãe no San Martin. 

A PM foi até a casa do idoso e o encontrou trancado no banheiro com sangramento no pescoço. Ele então prestou depoimento no 1º Distrito Policial de Campinas e afirmou para a Polícia Militar que não seria capaz de abusar das netas. Quanto ao sangramento no pescoço, ele afirmou que assim que foi acusado por familiares, teria tentado se matar com um faca. Ele foi a um hospital da região, recebeu atendimento médico e foi liberado. Após o depoimento, ele foi liberado e o caso será investigado pelo 7º Distrito Policial de Campinas. 

Com informações da repórter Alenita Ramirez 

Escrito por:

Correio Popular