Publicado 09 de Julho de 2013 - 20h22

Alemão disse que Macaca vei entrar em campo para vencer o Nacional-AM

Rodrigo Zanotto/Especial para AAN

Alemão disse que Macaca vei entrar em campo para vencer o Nacional-AM

Mesmo na reserva, o atacante Alemão não pode se queixar de falta de visibilidade. Seja nas ruas ou quando entra em campo, o jogador da Macaca nunca passa despercebido — o penteado e as tatuagens contribuem para isso. Na atual temporada, no entanto, teve poucas chances de se firmar na equipe titular sobretudo pela boa fase vivida pelo companheiro William.

Por isso, ele não quer nem saber de tirar o pé ou fazer corpo mole diante do Nacional-AM na noite desta quarta-feira (10), às 19h30, no Majestoso, pela Copa do Brasil. "Para mim, esse negócio de entregar jogo não existe. Sou pontepretano desde criança e não gostaria de ver meu time jogando para perder se estivesse na arquibancada. Vou dar o meu máximo e tentar ajudar a equipe", justifica, fazendo coro à opinião do técnico Paulo César Carpegiani sobre a impossibilidade de a Macaca forçar a derrota para disputar pela primeira vez a Copa Sul-Americana.

Alemão sabe que a reserva não tem nada a ver com falta de dedicação durante os treinos e admite que o concorrente da posição atravessa melhor fase. "O William está num momento espetacular, marcando gols e ajudando a equipe. Torço para que ele continue assim. E quando eu tiver uma chance, também vou procurar ajudar dentro de campo", reitera o atacante.

Alemão e William têm dois gols na Copa do Brasil e dividem a artilharia da Macaca na competição. A chance de conseguir vantagem diante do colega no jogo desta quarta, no entanto, não é motivo de estímulo para o jogador. "Não penso nisso. Só quero fazer a minha parte, que é ajudar a Ponte Preta a sair de campo com a vitória."