Publicado 14 de Julho de 2013 - 18h46

Por Agência Estado

Mesmo com um time reserva, poupando os titulares para a final da Libertadores, o Atlético-MG derrotou o Corinthians por 1 a 0, neste domingo (14), no Pacaembu lotado, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Os corintianos, que têm as atenções voltadas para a decisão da Recopa Sul-Americana na quarta-feira, até se saíram melhor e tiveram mais chances de gol, mas foram travados pela defesa atleticana e perderam uma invencibilidade de 17 jogos em casa.

 

De fato, o quarteto composto Michel, Gilberto Silva, Rafael Marques e Júnior César (este substituído por Marcos Rocha na segunda etapa) segurou os avanços corintianos já nos primeiros minutos de partida. O goleiro Victor também estava inspirado e salvou a meta atleticana em diversos momentos. Do lado do Corinthians, o destaque ficou por conta de Romarinho, com passes precisos e até uma chance de gol. Alexandre Pato, por sua vez, voltou a ter uma atuação apagada e acabou substituído por Léo.

 

Com a vitória, o Atlético-MG vai a 10 pontos no Brasileirão e ganha ainda mais moral para a final da Libertadores, a partir de quarta-feira, contra o Olimpia, no Paraguai. Já o Corinthians, estacionado nos nove pontos, tenta agora ser campeão da Recopa Sul-Americana, também na quarta, diante do São Paulo, novamente no Pacaembu.

 

O JOGO - Como era de se esperar em um duelo envolvendo equipes com as atenções voltadas para outras competições, o que se viu no Pacaembu foi uma partida morna. O Corinthians teve a primeira chance logo aos sete minutos, quando Romarinho, em grande lance, dominou a bola no peito, tirou Júnior César da jogada e chutou cruzado para fora. Ralf também teve a oportunidade de abrir o marcador, mas seu chute de cobertura, aos 12, acabou espalmado pelo goleiro Victor.

 

A defesa do Atlético-MG mostrava-se firme, frustrando os avanços corintianos. Aos 26 minutos, por exemplo, Alexandre Pato chutou forte e Victor deu o rebote. Ibson tentou aproveitar, mas foi travado por Réver.

 

Com a zaga trabalhando bem, o ataque do time mineiro passou a ir mais para frente, aproveitando-se de contra-ataques. Aos 35 minutos, o que era uma tímida pressão transformou-se em gol do Atlético-MG: Rosinei recebeu cruzamento rasteiro de Bernard na pequena área e apenas desviou para as redes. Antes do término da primeira etapa, o Corinthians quase igualou o placar, mas novamente foi travado, com Victor defendendo chutes de Romarinho e Guerrero.

 

Na volta dos vestiários, os donos da casa passaram a atacar mais em busca do empate, mas nada que desse mais dinamismo à partida. Os principais lances de perigo - tanto do Corinthians quanto do Atlético-MG - vinham de contra-ataques.

 

Foi dos visitantes, contudo, a principal chance. Aos 20 minutos, o Atlético-MG repetiu a estratégia que resultou no primeiro gol, em cruzamento para a área que Rosinei, de cabeça, jogou para fora. Sem mais grandes lances de perigo, a partida terminou com a vitória atleticana por 1 a 0, para decepção da torcida corintiana que lotou o Pacaembu neste domingo.

 

FICHA TÉCNICA:

 

CORINTHIANS 0 X 1 ATLÉTICO-MG

 

CORINTHIANS - Cássio; Edenílson, Paulo André (Paulo Victor), Gil e Fábio Santos; Guilherme, Ralf e Ibson; Romarinho, Alexandre Pato (Léo) e Guerrero. Técnico: Tite.

 

ATLÉTICO-MG - Victor; Michel, Réver (Lucas Cândido), Rafael Marques e Júnior César (Marcos Rocha); Gilberto Silva, Rosinei e Guilherme; Neto Berola (Luan), Alecsandro e Bernard. Técnico: Cuca.

 

GOL - Rosinei, aos 35 minutos do primeiro tempo.

 

Árbitro - Wilton Pereira Sampaio (GO).

 

CARTÕES AMARELOS - Guilherme e Fábio Santos (Corinthians); Michel, Luan e Guilherme (Atlético-MG).

 

RENDA - R$ 1.152.192,00.

 

PÚBLICO - 32.797 pagantes.

 

LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

Escrito por:

Agência Estado