Publicado 13 de Julho de 2013 - 8h49

Meia Osman será pecha chave no esquema de Gil Baiano; jogador terá que atuar na marcação e ajudar Richard Falcão no ataque

Gabriel Lopes/Comercial FC

Meia Osman será pecha chave no esquema de Gil Baiano; jogador terá que atuar na marcação e ajudar Richard Falcão no ataque

Depois de 76 dias chegou o dia do reencontro do Comercial com a torcida. Ambos vivem uma ‘lua de mel’ desde a conquista do acesso ao Paulistão, porém a partir deste sábado (13) passarão por uma nova experiência. O Leão do Norte recebe às 16 horas, o XV de Piracicaba, no estádio Palma Travassos, pela abertura da Copa Paulista.

Do elenco vitorioso no primeiro semestre restaram apenas cinco representantes: os goleiros Marcelo Henrique e João Guilherme, o zagueiro Eduardo Luiz e os laterais Willian e Moisés. Investimentos bem mais modestos foram feitos para a nova competição e o objetivo do clube é bem claro. “Não adianta a gente iludir o torcedor e desde o início foi passado que o Comercial ia usar a Copa Paulista para fazer um laboratório para encontrar jogadores capazes de compor elenco do Paulistão”, declarou o técnico Gil Baiano, que também fez parte da comissão técnica de Luiz Carlos Martins durante a Série A2.

Dez atletas foram contratados, porém a grande maioria chega a ser de nomes desconhecidos ou que buscam a primeira grande oportunidade de se firmar no futebol paulista. Este é o caso do meia Osman, que passou a ser peça chave no esquema do treinador montado com três armadores e apenas um atacante, Richard Falcão. “O Osman é quem vai fazer praticamente o papel de um segundo atacante que chega na frente e na hora da marcação ele volta um pouco mais para ajudar. Ele vai ter a liberdade para ajudar o Falcão no ataque”, garantiu Baiano.

A comissão técnica defende o esquema adotado para a competição e diz se espelhar em formatos vitoriosos. “Todo mundo fala que o Corinthians joga com três atacantes, mas na hora de marcar eles pegam com 9 ou 10 jogadores. Futebol hoje se tornou direcionado apenas para o resultado”, ressaltou o técnico.

Independente da formação tática ou da capacidade dos atletas que foram contratados, uma coisa já se sabe que não mudou no estádio Palma Travassos: a confiança. “Podemos ter um time jovem, mas ao mesmo tempo vejo muitos jogadores com vontade de brilhar e isso é muito importante. Vamos trabalhar para tentar surpreender”, afirmou o zagueiro Eduardo Luiz, titular na Série A2 e que agora será o capitão do Alvinegro.

Comercial e XV de Piracicaba estão no grupo 2 da Copa Paulista ao lado de Sertãozinho, São Carlos, Ferroviária, Internacional e Independente de Limeira.

Retrospecto

O duelo entre Comercial e XV de Piracicaba será o 72º na história dos confrontos oficiais dos Alvinegros. Até aqui, quem leva pequena vantagem é o Nhô Quim com 28 vitórias, contra 22 do Leão do Norte e outros 21 empates foram registrados.

Já em partidas válidas pela Copa Paulista o equilíbrio é marcante. Em seis jogos, cada equipe conquistou duas vitórias e mais dois empates ainda aconteceram.

Ficha técnica

COMERCIAL

Marcelo Henrique; Jonathan, Eduardo Luiz, Hélio e Willian; Henrique Motta, Samuel, Erlon Júnior, Pereira e Osman; Richard Falcão. Técnico: Gil Baiano.

XV DE PIRACICABA

Thiago Passos; Clayton, Rodrigo, Everton e Fabiano; Adilson Goiano, Adriano, Fran e Bruno; Cafú e Rafael Magalhães. Técnico: Cléber Gaúcho.

Copa Paulista 2013 – Grupo 2

1ª rodada – 16 horas

Local: Estádio Palma Travassos

Árbitro: Roberval José de Oliveira