Publicado 12 de Julho de 2013 - 18h51

Meia-atacante Neizinho deve ser a únida novidade na escalação do Botafogo para jogo contra o J. Malucelli-PR

Rogério Moroti/Agência Botafogo

Meia-atacante Neizinho deve ser a únida novidade na escalação do Botafogo para jogo contra o J. Malucelli-PR

A menos de 24 horas do jogo que pode selar o destino do Botafogo na temporada, o presidente Gustavo Assed Ferreira não esconde que a ansiedade é grande. O Tricolor encara o J. Malucelli-PR neste sábado (13), às 16 horas, no ECO Estádio/Janguitão, em Curitiba, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série D.

Se perder, o Botafogo pode praticamente dar adeus as chances de classificação à segunda fase da competição. “Essa semana está sendo igualmente difícil como foi aquela após a derrota de 4 a 3 para o Mirassol no Paulistão, quando começaram a falar de rebaixamento. Há muita desconfiança da torcida e de fato as coisas podem acabar muito mal se ao menos não empatarmos”, afirmou o dirigente.

Assed Ferreira estará presente em Curitiba para acompanhar de perto o desempenho do Pantera, que ainda busca a primeira vitória na competição. O presidente garantiu que a direção tem total confiança no trabalho do técnico Ivan Baitello. “O time está evoluindo e isso ficou visível no último jogo. Crucificar agora o Ivan Baitello por causa dos resultados ruins não é justo. Ele é um sujeito sério, honesto e trabalhador.”

O cartola garante a permanência do treinador independente do que aconteça no duelo contra o Jotinha. “É um erro grave querer mandar um treinador embora na segunda-feira e começar um trabalho do zero com outro profissional para buscar 13 pontos de 15 que estarão em disputa. Isso não passa pela minha cabeça de jeito nenhum.”

Uma dúvida

O técnico Ivan Baitello comandou último treino tático do Botafogo na tarde desta sexta-feira (12), em um dos campos no CT do Coritiba, em Curitiba. Durante o trabalho, o treinador confirmou que levará apenas uma dúvida na escalação para ser resolvida momentos antes da partida. Neizinho e Naoh brigam pela vaga no ataque do lesionado Henrique Dias, sendo que o primeiro é o favorito para entrar entre os titulares.

Já o zagueiro Leomar será opção no banco de reservas. Com isso, César Gaúcho será mantido no miolo de zaga e o volante Alan Mota continuará na cabeça de área.