Publicado 10 de Julho de 2013 - 14h34

Trabalhadores portuários de Santos realizaram mais uma manifestação nesta quarta-feira (10), no Centro da cidade. É o terceiro dia consecutivo dos atos que iniciaram na segunda-feira (8). Cerca de mil portuários se mobilizaram com faixas, carro de som e até fogos de artifício para chamar a atenção das autoridades e da população.

O motivo que levou os manifestantes para as ruas foi porque querem que a empresa utilize os profissionais escalados pelo Orgão Gestor de Mão de Obra (Ogmo). Já a empresa atua na contratação por meio da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), conforme base na nova Lei dos Portos (12.815/2013).

Os operários se concentraram no Posto de Escalação 3 e seguiram pelo Centro até a entrada da Santos, onde paralisaram o tráfego de veículos nos dois sentidos na Anchieta. Segundo a Codesp, 13 navios ficaram sem operar no Porto de Santos por falta de mão de obra.

Segundo informações da Ecovias, no momento o Sistema Anchieta Imigrantes (SAI) apresenta tráfego normalizado e opera em esquema normal 5×5. Tráfego lento apenas na via Anchieta, no sentido litoral, entre o km 38 e km 40, devido excesso de veículos. Demais rodovias do SAI apresentam boas condições. A descida da serra é feita pelas pistas sul da Anchieta Imigrantes. A subida acontece pelas pistas norte da Imigrantes e Anchieta.