Publicado 10 de Julho de 2013 - 12h36

Por Agência Estado

O espanhol David Ferrer enfrentará na final de Roland Garros o compatriota Rafael Nadal

Patrick Kovarik/France Press

O espanhol David Ferrer enfrentará na final de Roland Garros o compatriota Rafael Nadal

O espanhol David Ferrer, atual terceiro colocado do ranking mundial, foi o primeiro top 10 do tênis mundial a ter presença confirmada no Rio Open, ATP 500 que será realizado na capital carioca entre 15 e 23 de fevereiro de 2014.

A competição, que irá entrar no calendário da ATP na próxima temporada, ocorrerá em quadras de saibro, o piso predileto de Ferrer, que comemorou o fato de poder exibir o seu tênis no Brasil, lembrando que o país será palco dos principais eventos do esporte mundial nos próximos três anos.

"Já estive no Brasil, mas faz alguns anos. Esperamos muito por um torneio no Rio, a cidade que todo mundo quer estar, especialmente os esportistas. No momento que soube dos planos do Rio Open, sabia que entraria no meu calendário. Estou animado para jogar diante do público brasileiro e na cidade que sediará a final da Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016", disse Ferrer, por meio de um comunicado distribuído pela organização do ATP 500 que será realizado no Brasil.

Atravessando a melhor fase da sua carreira, Ferrer, de 31 anos, assumiu a terceira posição do ranking mundial na última segunda-feira, beneficiado pela queda do suíço Roger Federer para a quinta colocação.

O espanhol avançou às quartas de final da última edição de Wimbledon, Grand Slam encerrado no domingo passado, e nesta temporada conquistou os títulos dos torneios de Auckland e Buenos Aires. Ela também é o tenista com o segundo maior número de vitórias neste ano, com 42 ao total, ficando atrás apenas do seu compatriota Rafael Nadal, que ostenta 43 triunfos em 2013.

A premiação do Rio Open, que será disputado no Jockey Club da cidade, será de US$ 1,25 milhão, sendo que a capital carioca também abrigará a versão feminina da competição em 2014, com um total de US$ 250 mil em prêmios.

Escrito por:

Agência Estado