Publicado 14 de Julho de 2013 - 5h00

Pão de calabresa é um dos petiscos imperdíveis do bar que prima pelo cardápio eclético e ambiente descontraído

Camila Moreira / AAN

Pão de calabresa é um dos petiscos imperdíveis do bar que prima pelo cardápio eclético e ambiente descontraído

A esquina das ruas Maria Umbelina Couto e Castro Alves já foi o endereço de muitos bares no passado. Mas nenhum deles parece disposto a se firmar no local como o Bar do Nicola. Mérito incontestável dos três amigos e sócios que, em pouco mais de um ano, podem se gabar pela freguesia assídua e fiel que conseguiram formar. Paulinho, Alexandre e Luigi, cada um na sua praia, acertaram em praticamente tudo: o criativo cardápio e os rituais (como o sino que anuncia a saideira) dão charme ao ambiente e descontrai. Com o rock obrigatório da trilha sonora, fica difícil querer ir embora.

Levei quatro chopes para decidir o que comer e a tarefa ficou ainda mais difícil quando passei a vista no cardápio. Difícil porque a vontade era provar tudo, dos lanches aos pratos executivos. Mas como o assunto aqui é boteco, eu e o Paulinho, responsável pelas receitas, optamos por tira-gostos simples e irresistíveis. O pão de calabresa que ilustra a página é a entrada preferida dos clientes. Quando uma mesa solicita a opção, muitas outras mesas vão no embalo e a satisfação é geral. Ainda deu tempo de provar azeitona empanada (um achado) e o pastelzinho de polenta, que me saliva a boca só de lembrar. Paulinho, que pode surpreender com receitas novas a qualquer momento, também é o pai dos lanches de língua e costela, dois dos mais pedidos no momento. Mas não pense que toda essa cozinha faz do Nicola um lugar formal e careta. Pelo contrário. Há espaço até para beber cerveja de garrafa no balcão na companhia apenas de amendoim. Isso, por si só, já faz do Nicola um clássico.

 

BAR DO NICOLA

Rua Dona Maria Umbelina Couto, 644, Taquaral, f. 3305-9155. Aberto de terça a sexta das 17h até 1h. Aos sábados, das 12h até 1h.