Publicado 10 de Julho de 2013 - 18h41

Por Agência Estado

A Câmara dos Deputados começou a votar nesta quarta-feira (10) o projeto de lei que destina os royalties do petróleo para a educação e para a saúde. A matéria já passou pela Casa, mas sofreu alterações no Senado e precisa ser mais uma vez analisada pela Câmara, antes de seguir para sanção presidencial. O deputado André Figueiredo (CE), líder do PDT na Câmara e relator do projeto, apresenta nesta tarde seu parecer aos demais deputados.

Existe impasse sobre a destinação do Fundo Social. O governo defende que 50% desse fundo sejam destinados para as áreas sociais. Figueiredo, no entanto, quer que 50% do total do montante seja destinado para educação e para a saúde.

Escrito por:

Agência Estado