Publicado 15 de Julho de 2013 - 11h08

Por France Press

Quatro pessoas, incluindo uma criança, morreram atingidas por dois morteiros que caíram nesta segunda-feira à margem do rio Tigre, onde famílias se refrescavam ao norte de Bagdá, indicaram fontes médicas e da polícia. Nove pessoas ficaram feridas neste ataque a oeste da cidade de Samarra, elevando a nove mortos e 36 feridos o número de vítimas desta segunda-feira, segundo contagem da AFP.

Em Madain, ao sul da capital, dois soldados foram mortos e quatro ficaram feridos durante o ataque por um grupo armado a um posto de controle, de acordo com um oficial da polícia e uma fonte médica.

Nas proximidades de Mossul, no norte do país, um policial e um civil morreram em dois incidentes, segundo o tenente da políce Khalas al-Juburi.

Em Mossul, quatro soldados e um civil ficaram feridos na explosão de uma bomba, indicaram autoridades locais.

Em Kirkuk, no norte, um policial morreu e 15 pessoas ficaram feridas na explosão de uma bomba na passagem de uma patrulha da polícia. Segundo o médico Karim Walli, do hospital central, cinco feridos estão em estado grave.

Mais três pessoas ficaram feridas na explosão de três bombas em Tuz Khurmatu, no norte do Iraque.

A escalada da violência reaviva os temores de um novo conflito religioso entre a maioria xiita, que controla o governo, e a minoria sunita, que dominava o país durante o antigo regime, do presidente Saddam Hussein.

Escrito por:

France Press