Publicado 15 de Julho de 2013 - 8h26

Por France Press

Manifestantes do Greenpeace tentam invadir central nuclear na França

France Press

Manifestantes do Greenpeace tentam invadir central nuclear na França

Militantes da organização ecológica Greenpeace entraram nesta segunda-feira na central nuclear de Tricastin (sul da França) para denunciar os riscos de acidente, mas não conseguiram alcançar a área de segurança. Os ativistas abriram uma faixa perto dos reatores 1 e 3 com as perguntas "Tricastin: acidente nuclear?" e "François Hollande: presidente da catástrofe?", informou Isabelle Philippe, secretária de comunicação da organização.

Durante a manhã, 21 ativistas foram detidos, segundo o ministério do Interior, mas nenhum deles conseguiu chegar às áreas delicadas da central, especialmente a sala de comando.

"O Greenpeace quer destacar todos os problemas de segurança que envolvem a produção de energia nuclear", afirmou Isabelle Philippe à AFP.

A organização considera Tricastin "uma das centrais mais perigosas e uma das cinco que devem ser fechadas prioritariamente", completou.

Escrito por:

France Press