Publicado 13 de Julho de 2013 - 18h48

Por France Press

O ataque mais violento ocorreu no bairro de Dura, no sul de Bagdá, onde a explosão de uma bomba em uma rua, perto de um café, matou nove pessoas e feriu pelo menos 32

France Presse

O ataque mais violento ocorreu no bairro de Dura, no sul de Bagdá, onde a explosão de uma bomba em uma rua, perto de um café, matou nove pessoas e feriu pelo menos 32

Vinte e duas pessoas morreram neste sábado (13) em episódios de violência no Iraque, incluindo nove em um ataque contra um café e cinco em um atentado contra xiitas, segundo fontes médicas e de segurança.

O ataque mais violento ocorreu no bairro de Dura, no sul de Bagdá, onde a explosão de uma bomba em uma rua, perto de um café, matou nove pessoas e feriu pelo menos 32.

Em outro ataque, efetuado durante um funeral xiita, cinco pessoas morreram em um atentado suicida no povoado de Zahra, na região de Bakuba, a nordeste de Bagdá.

Dez pessoas ficaram feridas nesse atentado.

Os atentados tendo como alvo a comunidade xiita se intensificaram no Iraque nos últimos meses.

A escalada da violência reaviva os temores de um novo conflito religioso entre a maioria xiita, que controla o governo, e a minoria sunita, que dominava o país durante o antigo regime, do presidente Saddam Hussein.

Desde o início do mês, mais de 310 pessoas morreram em atos de violência no Iraque, segundo levantamento da AFP.

Escrito por:

France Press