Publicado 12 de Julho de 2013 - 16h50

Por France Press

A agência de classificação de risco de crédito Fitch reduziu a nota da França, retirando seu triplo A, devido ao peso dívida do país e fracas perspectivas de crescimento.

A Fitch foi a última das três grandes agências a retirar o triplo A da França, reduzindo a nota do país a 'AA+'. A Standard & Poor's e a Moody's fizeram o mesmo no ano passado.

A nota recebeu a perspectiva "estável", o que indica que a Fitch não pretende alterar a nota "nos próximos dois anos", informou o texto.

A agência explica sua decisão pelas incertezas que pesam sobre as perspectivas de crescimento no país, o que não oferece muita margem ao governo para cumprir seus objetivos de consolidação orçamentária.

A Fitch prevê que a economia francesa se contrairá 0,3% em 2013 e voltará a crescer em 2014, a 0,7%.

Esta projeção é mais pessimista do que a do governo, de crescimento de 0,1% este ano e 1,2% no próximo.

O ministro de Finanças da França, Pierre Moscovici, minimizou a degradação dizendo que "a dívida francesa está entre as mais seguras e com mais liquidez da zona do euro".

Escrito por:

France Press