Publicado 12 de Julho de 2013 - 15h58

Por France Press

Mohamed Mursi fala pela primeira vez depois de ser eleito no Egito

France Presse

Mohamed Mursi fala pela primeira vez depois de ser eleito no Egito

Os Estados Unidos pediram nesta sexta-feira (12) aos militares egípcios e aos dirigentes civis interinos que libertem o ex-presidente Mohamed Mursi, detido há mais de uma semana depois de ter sido derrubado.

A porta-voz do departamento de Estado Jen Psaki disse que os Estados Unidos estavam de acordo com o pedido para libertar Mursi realizado um pouco antes pela Alemanha e que também apelava publicamente neste sentido.

O ministro alemão das Relações Exteriores, Guido Westerwelle, pediu nesta sexta-feira a libertação do ex-presidente islamita. Westerwelle também pediu que uma instituição neutra e com credibilidade indiscutível tenha acesso imediato a Mursi. Na quarta, o porta-voz do ministério das Relações Exteriores egípcio, Badr Abdelatty, declarou que Mursi se encontra num lugar seguro para sua própria proteção e que está sendo tratado de maneira digna.

Escrito por:

France Press