Publicado 13 de Julho de 2013 - 10h54

A dona de casa Mariana Rocha com a nova geladeira: economia

Elcio Alves/AAN

A dona de casa Mariana Rocha com a nova geladeira: economia

Mais de 1,2 mil famílias de Campinas tiveram suas geladeiras trocadas por modelos que garantem economia de energia entre os meses de março e julho, dentro do programa CPFL na Comunidade. No ano passado, a ação da empresa totalizou investimento de R$ 62 milhões. “Desse total, R$ 40 milhões foram utilizados em favor de clientes residenciais de baixo poder aquisitivo”, disse Luiz Carlos Lopes Junior, gerente de eficiência energética da CPFL Paulista.

Em Campinas, foram substituídas 1.250 geladeiras em 44 bairros, totalizando R$ 1,6 milhão. Segundo a companhia, a economia total será de 672,84MWh por ano, o que representa 64% do consumo de todas as famílias beneficiadas durante um ano.

De acordo com o gerente da empresa, os eletrodomésticos mais velhos consomem 50% mais energia do que os novos. Todas as geladeiras velhas são levadas para uma indústria de Cabreúva, onde é feito o sucateamento, atendendo às normas ambientais.

Dentro do programa CPFL na Comunidade há vários projetos de eficiência energética. Além da substituição de geladeiras e chuveiros por modelos novos, são realizados cursos de formação de eletricistas e regularização de ligações clandestinas, entre outras ações.

A dona de casa Mariana Severiana Rocha, de 69 anos, teve seu refrigerador substituído há cerca de três meses. “Eu gostei muito. A minha geladeira antiga era grande e gastava demais”, disse. “Ganhei uma geladeira novinha sem gastar nada.”

O trabalho é feito em parceira com a Prefeitura das cidades, que indicam as áreas que podem ser contempladas. Para receber os benefícios, os clientes devem possuir o Número de Identificação Social (NIS) e estar com o pagamento de contas de consumo de energia elétrica em dia.