Publicado 05 de Abril de 2013 - 15h28

O ex-juiz Nicolau dos Santos Neto continuará preso em Tremembé

Cedoc/RAC

O ex-juiz Nicolau dos Santos Neto continuará preso em Tremembé

A defesa do ex-juiz Nicolau dos Santos Neto, de 84 anos, não conseguiu autorização da Justiça para que ele cumpra a pena em prisão domiciliar.

O ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça, negou o pedido de reconsideração que havia sido apresentado pela defesa. Com isso, o juiz aposentado deve continuar na penitenciária de Tremembé.

Nicolau estava em prisão domiciliar desde 2007, mas voltou a ser preso na semana passada por uma decisão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3).

O ex-juiz foi condenado em 2006, acusado de participar de um esquema que desviou cerca de R$ 170 milhões da construção do Fórum Trabalhista de São Paulo, na década de 90. Ele foi condenado 26 anos e seis meses de detenção.

No começo de 2007, ele conseguiu que a Justiça o autorizasse a cumprir a pena em prisão domiciliar, alegando depressão. O ex-juiz foi presidente do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (TRT-SP) na época do desvio.