Publicado 09 de Abril de 2013 - 18h04

Por Agência Estado

O brasileiro Felipe Santana (à dir.) fez o histórico gol que garantiu o Borussia Dortmund na semifinal

John Macdougall/France Press

O brasileiro Felipe Santana (à dir.) fez o histórico gol que garantiu o Borussia Dortmund na semifinal

Felipe Santana, zagueiro revelado pelo Figueirense, é o novo ídolo de uma das mais fanáticas torcidas do mundo. Nesta terça-feira (09/04), ele marcou, aos 48 minutos do segundo tempo, o gol da classificação do Borussia Dortmund às semifinais da Liga dos Campeões. O Málaga vencia até os 45, mas os alemães conseguiram uma virada histórica, chorada, vencendo por 3 a 2.

O resultado garantiu que só gigantes estarão nas semifinais da Liga dos Campeões nesta temporada. O Málaga, que teve a vaga até os acréscimos do segundo tempo, está apenas na sua primeira participação na Liga dos Campeões. Já o Borussia é um dos maiores times da Alemanha, bicampeão nacional.

Depois de empatar em 0 a 0 na partida de ida, na Espanha, o Málaga jogava por um empate com gols na Alemanha. E saiu na frente com Joaquín, aos 25 minutos. No lance, ele recebeu de Julio Baptista, tabelou com Duda, pegou de volta, cortou para a esquerda e chutou rasteiro, seco, onde Weidenfeller não podia alcançar.

O Borussia passou a precisar de dois gols e foi para o ataque. Conseguiu o empate aos 40, com Lewandowski. Numa jogada só de toques de primeira, a bola chegou até Reus, que deu genial passe de calcanhar para o artilheiro polonês, que driblou o goleiro e empurrou para as redes.

O segundo tempo foi aberto e os dois times tiveram ótimas chances. O herói estava sendo Caballero. O goleiro do Málaga operou dois milagres quase em sequência, num chute de Reus e numa batida de Gotze.

Para deixar a situação ainda melhor para os espanhóis, Isco tocou para Julio Baptista e o brasileiro, primeira grande contratação do Málaga, dois anos atrás, tentou o chute. Foi travado, mas a bola sobrou para Eliseu, em posição de impedimento, marcar aos 36 minutos do segundo tempo.

O Borussia não desistiu e, empurrado pela sua fanática torcida, chegou ao empate aos 45 minutos. Subotic ajeitou, Felipe Santana foi travado, mas a bola sobrou para Reus marcar.

O time da casa ainda precisava de mais um gol, uma vez que a partida de ida havia sido 0 a 0 e o Málaga se classificaria por ter feito gol fora. Aos 48, Lewandowski cruzou, Schieber, impedido, desviou, e o bate-rebate terminou com Felipe Santana, impedido, em cima da linha, marcando, para delírio total.

Além do Borussia Dortmund, também o Real Madrid está classificado para as semifinais. Barcelona x PSG, Juventus x Bayern de Munique disputam as outras duas vagas, possibilitando confrontos entre espanhóis e alemães nas semifinais ou na final.

Escrito por:

Agência Estado