Publicado 09 de Abril de 2013 - 17h55

Por Agência Estado

Ozil (à dir.), do Real Madrid, ganha a disputa de bola com Inan, do Galatasaray: time espanhol sofreu, mas passou

Javier Soriano/France Press

Ozil (à dir.), do Real Madrid, ganha a disputa de bola com Inan, do Galatasaray: time espanhol sofreu, mas passou

O Real Madrid teve mais trabalho do que esperava para avançar à semifinal da Liga dos Campeões. Após aplicar 3 a 0 no Galatasaray no Santiago Bernabéu, o time de José Mourinho sofreu nesta terça-feira (09/04) e foi derrotado por 3 a 2 em Istambul, no jogo da volta. A equipe turca chegou a estar vencendo por 3 a 1 e teve um gol anulado no segundo tempo antes de Cristiano Ronaldo descontar nos acréscimos e sacramentar a classificação espanhola.

Pela soma dos resultados, o Real avançou com o placar de 5 a 3 e agora aguarda o sorteio da sexta-feira (12/04) para conhecer seu adversário nas semifinais da principal competição europeia. O Galatasaray, por sua vez, se despede da Liga após uma grande virada sobre os espanhóis.

O time turco começou atrás no placar, mas reagiu depois do intervalo e marcou três gols em sequência, quando ainda faltavam 15 minutos para o fim do jogo. Na base da empolgação, chegou a estar perto do quarto gol, mas precisaria de cinco para reverter a vantagem do Real, favorecido pelos gol fora de casa. Nos minutos finais, acabou levando o segundo gol de Cristiano Ronaldo, o que encerrou o sonho de alcançar a semifinal.

O JOGO - Antes de levar o susto no segundo tempo, o Real Madrid passeou no início da partida e parecia estar prestes a emplacar uma goleada nos anfitriões. Logo aos 8, Cristiano Ronaldo aproveitou cruzamento de Khedira e mandou para as redes. Embalado, o português quase marcou o segundo no minuto seguinte.

O time espanhol controlava o jogo e criava as melhores chances, dando indícios de que venceria mais uma com tranquilidade. No entanto, a situação virou no segundo tempo. A reação dos turcos teve início com gol de Eboé, aos 12. Ele acertou belo chute de três dedos ao completar assistência de Sneijder.

Empurrado pela torcida, o Galatasaray cresceu na partida e buscou a virada aos 26. Sarioglu fez jogada individual e deu bom passe para finalização de Sneijder da entrada da área. Um minuto depois, Drogba aumentou a contagem dos anfitriões ao anotar um golaço de letra.

Na sequência, o jogador da Costa do Marfim mandou outra bola para as redes, o que esquentaria de vez os minutos finais do duelo. Mas o árbitro assinalou impedimento. Nervoso em campo, o Real Madrid passou a jogar com 10 em campo após a expulsão de Arbeloa aos 43.

Mas se segurou bem na defesa e ainda contou com gol de Cristiano Ronaldo aos 45 para evitar maiores sustos nos instantes finais. O português aproveitou passe de Benzema e se isolou na liderança da artilharia da competição, com 11 gols.

Escrito por:

Agência Estado