Publicado 15 de Abril de 2013 - 13h57

Caminhão flagrado em rodeio ilegal em Sumaré no domingo

Divulgação/Polícia Ambiental

Caminhão flagrado em rodeio ilegal em Sumaré no domingo

Muitos protetores são contra rodeios por conta dos maus-tratos sofridos pelos animais.

Mais grave que isto, são os rodeios e vaquejadas ilegais, em que o local é improvisado e não há nenhum tipo de alvará ou estrutura.

Foi o que aconteceu no último domingo, 14, em Sumaré, interior de São Paulo.

Três homens foram detidos em uma fazenda e de acordo com informações a Polícia Ambiental chegou até o local depois de uma denúncia anônima.

No local foram encontrados cerca de 30 vacas e 30 cavalos com sinais de maus-tratos, inclusive com esporas que são objetos proibidos por lei porque causa sofrimento ao animal.

Os homens foram indiciados e tiveram que pagar uma multa de 31 mil reais.

De acordo com informações do perfil de Flávio Lamas no facebook, presidente da Associação Amigos dos Animais de Campinas (AAAC), na tarde do próprio domingo, várias Ong´s de Campinas e região foram contatadas por pessoas que estavam indignadas com o "evento" irregular. A mobilização gerou resultado.

"Foram feitas várias denúncias na PM, contatos com Ong´s até que finalmente obtivemos um resultado decente. Multa!", comemora Flávio.

Falta de alvará e outras irregularidades

Ainda de acordo com a Polícia Ambiental, o local não tinha alvará, ambulância para primeiros socorros e médicos veterinários para os animais. Além disso, na fazenda havia 300 pessoas, entre adultos e crianças, que aguardavam o início do evento. A estrutura contava com atrações musicais, barracas de alimentação, arena e estacionamento pago.

 

Dois dos homens detidos eram os organizadores do evento e o terceiro tentou esconder as esporas no meio do público. O trio foi levado ao plantão policial, mas vão responder em liberdade. Eles foram indiciados por crime ambiental de maus-tratos e tiveram que pagar uma multa de R$ 31 mil reais.

 

Segundo a Polícia Ambiental, a diferença da vaquejada e do rodeio é que os animais não realizam prova de salto.

 

Veja também