Publicado 05 de Abril de 2013 - 13h41

Lagartixa asiática pode ser extinta da natureza

Divulgação

Lagartixa asiática pode ser extinta da natureza

Um animal encontrado apenas no sudoeste asiático está prestes a desaparecer do planeta. A lagartixa-tokay (Gekko gecko, uma espécie de réptil), pode ser extinta devido à caça para uso na medicina tradicional chinesa. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (11) em Bangcoc, na Tailândia.

Segundo a organização não-governamental Traffic extratos desses animais são aplicados em tratamentos alternativos de doenças como asma, diabetes e até Aids, mas a eficácia desta terapia é negada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

China, Hong Kong, Taiwan e Vietnã são os principais consumidores de extratos da lagartixa. De acordo com a organização, Taiwan importou desde 2004 o total de 15 milhões de lagartixas-tokay mortas. Em 2011, um navio com 1,2 milhão de répteis dessa espécie mortos foi interceptado em Java quando seguia para Hong Kong.

Veja também