Publicado 09 de Abril de 2013 - 15h44

Pessoas observam o incêndio no Hotel Park Plaza: fogo começou num apartamento do 5º andar, que estava em reforma e servia como depósito

Cedoc/RAC

Pessoas observam o incêndio no Hotel Park Plaza: fogo começou num apartamento do 5º andar, que estava em reforma e servia como depósito

O incêndio que atingiu o Hotel Plaza Park no final da tarde de segunda-feira (8), em São Bernardo do Campo (SP), foi intencional, segundo o delegado Victor Lutti. “Com certeza absoluta o incêndio foi criminoso”, afirmou. Após a perícia, realizada no local na manhã desta terça-feira, Lutti disse que foram detectados indícios que comprovam sua afirmação. O delegado não informou qual objeto provocou o incêndio, alegando que atrapalharia as investigações.

Ainda não foram identificados os culpados, mas Lutti ressaltou que a Polícia Civil está "em marcha acelerada", ouvindo as pessoas envolvidas no incêndio. O fogo começou no final da tarde de segunda, por volta das 17h40, em dois andares simultaneamente (5° e 7°). Ao menos 20 viaturas do Corpo de Bombeiros participaram da ocorrência, controlando o fogo um pouco antes das 20 horas. O Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros do hotel estava vencido, de acordo com a corporação. O documento é a garantia de que a edificação possui condições de segurança para agir no caso de incêndio.

O hotel, de 165 apartamentos, informou que todas as medidas cabíveis foram tomadas, como a retirada dos 47 hóspedes que ocupavam o prédio no momento. Os quatro hóspedes que foram encaminhados à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Bernardo do Campo já receberam alta. O Hotel Park Plaza estava em obras e com alvará de reforma vigente, de acordo com a Prefeitura de São Bernardo do Campo.