Publicado 08 de Abril de 2013 - 11h51

Por Agência Estado

As vendas do Dia das Mães devem crescer 9% nos shoppings do País este ano em comparação com a data do ano passado, de acordo com estimativa divulgada nesta segunda-feira pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). A data é a segunda mais importante para o varejo, atrás somente do Natal.

Segundo a superintendente da Abrasce, Adriana Colloca, a expansão do crédito, a estabilização da taxa de desemprego e o aumento da renda devem contribuir para que a expectativa de crescimento se confirme. "A data movimenta não só o mercado de presentes, mas os vários serviços dos malls, como áreas de lazer refeição e outras conveniências à disposição dos frequentadores", diz Adriana em nota distribuída à imprensa, salientando que as lojas que devem ser mais procuradas pelos clientes na data são as de perfumaria, maquiagens, moda feminina e calçados.

A associação tem 261 shoppings filiados em todo o País, de um total estimado em 457 centros de compras.

São Paulo

A Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas do Estado de São Paulo projeta que as vendas do Dia das Mães cresçam 7% em média no comércio em geral do Estado. A entidade reúne 70 Câmaras de Dirigentes paulistas, o que representa cerca de 35 mil lojistas.

O presidente da federação, Mauricio Stainoff, no entanto, destaca que, apesar das boas expectativas, a inflação em alta e o fraco desempenho do Produto Interno Bruto (PIB), mantêm os empresários do setor cautelosos. O tíquete médio de compra no Estado ficará entre R$ 120 e R$ 150.

Escrito por:

Agência Estado