Publicado 09 de Abril de 2013 - 8h34

Por France Press

Bateria antimísseis é instalada no pátio do Ministério da Defesa no Japão

France Press

Bateria antimísseis é instalada no pátio do Ministério da Defesa no Japão

O Japão posicionou baterias de mísseis antiaéreos Patriot em torno de sua capital para defender as cerca de 30 milhões de pessoas que vivem na região de Tóquio da ameaça de um ataque norte-coreano, informou uma fonte oficial nesta terça-feira.

Duas baterias de mísseis terra-ar Patriot Advanced Capability-3 (PAC-3) foram posicionadas diante do ministério da Defesa, em Tóquio, revelou um porta-voz da instituição.

A imprensa local relatou a instalação de baterias de PAC-3 em outras duas posições na região da grande Tóquio.

Baterias de mísseis terra-ar também foram posicionadas na ilha de Okinawa, como informou na segunda-feira o ministro da Defesa, Itsunori Onodera.

As forças japonesas estão autorizadas a derrubar qualquer míssil norte-coreano que ameace o arquipélago, destacou Onodera em entrevista na segunda.

Além das baterias de PAC-3s, destróiers com o sistema de interceptação de misseis Aegis estão posicionados no Mar do Japão, segundo o ministério japonês da Defesa.

A Coreia do Norte, reagindo às sanções da ONU e aos exercícios militares americanos e sul-coreanos, fez uma série de ameaças de guerra nuclear nas últimas semanas.

Pyongyang afirma ter posicionado dois mísseis de médio alcance em lançadores móveis em instalações subterrâneas na costa leste.

Os mísseis teriam um alcance de 3.000 km, com capacidade para atingir qualquer alvo na Coreia do Sul e no Japão, e possivelmente as bases militares americanas situadas no Pacífico norte.

Escrito por:

France Press