Publicado 06 de Abril de 2013 - 12h31

Prefeita Cristina Carrara, de Sumaré: elogios para novo presidente

Carlos Sousa Ramos/AAN

Prefeita Cristina Carrara, de Sumaré: elogios para novo presidente

A prefeita de Sumaré, Cristina Carrara (PSDB), nomeou nesta sexta-feira (5) Valmir Ferreira da Silva como novo presidente do Departamento de Água e Esgoto (DAE) no lugar de Luiz Alfredo Dalben, vice-prefeito da cidade e que foi exonerado na quinta-feira. A decisão da prefeita causou um racha entre o governo e o PPS, partido de Luiz Alfredo, que é filho de Dirceu Dalben, ex-prefeito e atual presidente da Câmara.

O anúncio foi feito na manhã de ontem pela prefeita. Silva, segundo a Prefeitura, tem perfil técnico e possui carreira na iniciativa privada, prestando consultoria financeira a empresas. Apesar de não ser filiado a nenhum partido político, ele tem proximidade com a família Carrara. Já foi secretário na gestão do ex-prefeito Paulino Carrara (1989-1992), marido de Cristina, e gestor financeiro da campanha dela a prefeita de Sumaré no ano passado.

Em nota, Cristina informou que a escolha do novo presidente do DAE teve “um caráter eminentemente técnico” e que Silva vai acelerar a dinâmica da autarquia e “identificar os gargalos”. Uma análise dos trabalhos desenvolvidos no DAE será realizada e discutida com novas estratégias de gestão.

Rumores de que a prefeita tem a intenção de privatizar o DAE vieram à tona com mais força depois de sua decisão em exonerar o vice-prefeito. Colocando o comando da autarquia nas mãos de Silva, que tem experiência na iniciativa privada, levantou mais ainda o alerta do grupo ligado a Dalben, que está insatisfeito com a exoneração do vice-prefeito. A prefeita nega qualquer intenção nesse sentido.

Sem o DAE, o PPS ficou sem nenhum cargo no governo. A presidência da autarquia era resultado do acordo feito com Cristina em troca do apoio da coligação à sua candidatura. Interlocutores do governo admitem que a exoneração de Luiz Alfredo poderá trazer problemas à gestão, principalmente porque Dirceu Dalben tem sido o principal articulador da base governista na Câmara e blindado a chefe do Executivo de ações que possam desgastar seu governo.

No entanto, pessoas próximas à tucana afirmam que sua decisão tem motivos “fortes”. À frente do DAE, afirmam, Luiz Alfredo transformou seu trabalho em uma vitrine política e não costumava dar “atenção” à prefeita.

Em nota envida à imprensa na quinta-feira, após a sua decisão, Cristina informou que a situação financeira complicada pela qual passa o Município não permite “comportamentos políticos em detrimento aos comportamentos administrativos.”

Dalben se reunirá na segunda-feira com lideranças dos cinco partidos que compõem a base de apoio de Cristina. Ele não descarta a possibilidade de rompimento com a tucana.