Publicado 05 de Abril de 2013 - 13h48

Por Agência Estado

Presidente Dilma Roussef dá pontapé inicial na Arena Fonte Nova, em Salvador

Agência Brasil

Presidente Dilma Roussef dá pontapé inicial na Arena Fonte Nova, em Salvador

Dilma Rousseff deu o pontapé inicial de inauguração da Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), nesta sexta-feira (5). Durante o evento, a presidente da República afirmou que o Brasil está se mostrando insuperável "dentro e fora de campo" em sua preparação para organizar a Copa das Confederações de 2013 e para a Copa do Mundo de 2014. "Nós somos um País conhecido como sendo insuperável no campo, mas nós estamos mostrando que somos insuperáveis também fora de campo", disse.

 

Segundo a presidente, o fato de a Fonte Nova ser a primeira arena multiuso do Brasil inaugurada para eventos esportivos mostra que "estamos dando um passo importante para transformar a preparação da Copa do Mundo em um legado para o País".

Dilma fez uma rápida vistoria nas instalações do local antes da cerimônia de inauguração, que contou com a presença dos operários das obras na plateia. O estádio baiano sediará três jogos da Copa das Confederações, em junho deste ano, e outros seis na Copa do Mundo, em 2014. A presidente estava acompanhada do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, do governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), e do prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM).

O primeiro jogo da Arena Fonte Nova acontecerá no próximo domingo e reunirá os dois principais times do Estado: Bahia e Vitória, que travarão um clássico válido pelo Campeonato Baiano, a partir das 16 horas.

Salvador é a terceira cidade-sede a ter o estádio inaugurado para a Copa de 2014 e também para Copa das Confederações, depois que Fortaleza (Castelão) e Belo Horizonte (Estádio do Mineirão) entregaram as suas arenas. As obras começaram em junho de 2010 e incluíram a demolição do antigo estádio, reconstrução da arena e construção de edifício garagem. A Arena Fonte Nova tem capacidade para 55 mil pessoas.

O empreendimento foi realizado por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP) entre o Governo do Estado da Bahia e a Fonte Nova Negócios e Participações (FNP), concessionária formada pelas empresas Odebrecht Participações e Investimentos e OAS.

PROJETO DE R$ 1 BILHÃO - Em seu discurso desta sexta-feira, Dilma confirmou que o Estado terá um projeto para vias urbanas no valor de R$ 1 bilhão. "Vamos investir em dois corredores com faixas exclusivas de ônibus. Vamos conectar ônibus e metrô. É uma obra fundamental para os que moram e vivem na cidade", destacou a presidente, que disse que os investimentos fazem parte de "um presente", pelos 464 anos de Salvador, comemorados em 29 de março.

Segundo Dilma, o anúncio do projeto de vias estruturantes foi possível pois o governo do Estado e a prefeitura chegaram um acordo.

Escrito por:

Agência Estado