Publicado 09 de Novembro de 2012 - 10h35

Por Agência Estado

Rogério estreou no São Paulo em 1993 e a partir de 1997 assumiu a vaga de titular no lugar de Zetti

FRANCE PRESS

Rogério estreou no São Paulo em 1993 e a partir de 1997 assumiu a vaga de titular no lugar de Zetti

A diretoria do São Paulo confirmou na manhã desta sexta-feira a renovação do contrato de Rogério Ceni. Prestes a completar 40 anos, em janeiro de 2013, o goleiro chegou a cogitar a aposentadoria neste ano, mas acabou estendendo sua bem-sucedida carreira por mais uma temporada.

 

"É uma alegria imensa poder seguir contando com o Rogério, um atleta que, com toda sua experiência, segue no auge da sua forma além de toda idolatria que causa a nós são-paulinos. Eu diria que esse é nosso primeiro reforço para 2013", afirmou o diretor de futebol Adalberto Baptista.

 

Rogério, que seguirá no clube até o fim de 2013, decidiu continuar jogando depois de retomar o alto nível nestes últimos meses, no Brasileirão e na Copa Sul-Americana. Ainda no ano passado, o goleiro chegou a pensar em abandonar os gramados no fim de 2012 por conta de uma cirurgia no ombro direito, realizada com sucesso em janeiro deste ano.

 

O goleiro acreditava que não conseguiria atuar novamente em bom nível em razão do longo afastamento, que durou seis meses. No entanto, teve grande recuperação física e retornou aos gramados em julho.

 

Apesar da irregularidade do time, fez grandes apresentações e ajudou o São Paulo a entrar no G4 do Brasileirão. A boa recuperação física e a chance de disputar mais uma Copa Libertadores foram determinantes para a decisão de seguir jogando.

 

Rogério estreou no São Paulo em 1993 e a partir de 1997 assumiu a vaga de titular no lugar de Zetti. Recordista absoluto de partidas pelo clube, com 1.043 aparições, o camisa 1 é também o maior goleiro-artilheiro da história, com 105 gols marcados.

Escrito por:

Agência Estado