Publicado 06 de Novembro de 2012 - 15h42

O zagueiro Tiago Alves não tem explicação para derrota:

Dominique Torquato/AAN

O zagueiro Tiago Alves não tem explicação para derrota: "Nosso time jogou bem do começo até o final"

Um segundo de bobeira e a Ponte Preta despencou quatro posições na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Com o gol sofrido aos 45' do segundo tempo, a Macaca foi derrotada pelo Grêmio, domingo, em Porto Alegre, e foi da 10ª para a 14ª colocação numa rodada altamente negativa, já que Santos, Coritiba, Náutico e Flamengo venceram seus adversários.

Com 43 pontos, a diferença para o Sport – primeiro colocado da zona de rebaixamento – caiu de 10 para sete pontos, situação que voltou a incomodar os atletas da Ponte. “Temos mais quatro jogos para confirmar a nossa permanência e até pensar em um lugar na Sul-Americana. É fazer a nossa parte e vencer em casa”, destaca o lateral-esquerdo João Paulo.

Na reapresentação, na tarde de segunda-feira, o zagueiro Tiago Alves ainda procurava entender o que se passou no final do jogo com o tricolor gaúcho. “Sinceramente, ainda não sei como explicar o que aconteceu. Já tentei, mas não encontrei um motivo. Nosso time não deixou de lutar, de marcar sob pressão, jogou bem do começo até o final, mas acabou tomando o gol num lance isolado. O Grêmio teve só três finalizações durante o jogo todo e acabou saindo de campo como vencedor. Não dá para explicar isso”, disse.

Além dos quatro times que passaram a Macaca na contagem de pontos, os ameaçados Sport e Bahia também venceram seus jogos. Faltando quatro rodadas para o término da temporada, as atenções agora se voltam para o Internacional em jogo marcado para domingo, às 19h30, no Moisés Lucarelli. Na sequência, terá o Bahia, em Pituaçu, o São Paulo, no Majestoso, e encerra sua competição contra a Portuguesa, no Canindé.

Para este jogo, o técnico Guto Ferreira poderá contar com as voltas do goleiro Edson Bastos e do lateral-direito Cicinho, liberados após suspensão automática. O lateral-esquerdo Uendel, que tem ficado como opção no banco de reservas, também fica à disposição. Já o atacante Luan recebeu o terceiro amarelo e não poderá entrar em campo. Rildo surge como primeira alternativa para a vaga.

Enquanto isso, o adversário terá os reforços de D'Alessandro, Fred e Forlán, que cumpriram suspensão na rodada anterior. Por outro lado, Índio, Guiñazu e Rodrigo Moledo receberam o terceiro amarelo diante do Náutico e estão fora. Dagoberto, que se recupera de lesão muscular na perna direita, segue fora. "Mesmo com desfalques, o Inter é um time muito bom. Conta com jogadores de seleção e não muda praticamente nada quando sai um e entra outro", comentou Tiago Alves.