Publicado 06 de Novembro de 2012 - 15h09

Por Agência Estado

Scolari não quis falar sobre o momento atual do clube, mas disse que o elenco tem garra

Cedoc/RAC

Scolari não quis falar sobre o momento atual do clube, mas disse que o elenco tem garra

O treinador Luiz Felipe Scolari aposta no brio dos jogadores do Palmeiras para evitar o rebaixamento para Série B do Campeonato Brasileiro de 2013. Fazendo questão de dizer que sua passagem no clube se encerrou há um mês e meio, Felipão disse em Fortaleza, onde participou do lançamento da nova fase do Programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte, que não tinha como responder a certas questões sobre o time paulista.

 

"Não tenho mais como responder a perguntas sobre o Palmeiras atual, mas sobre o Palmeiras que vivi, onde assumo responsabilidades de erros e acertos. Tive uma passagem até com razoável desempenho, mas agora a situação está mais difícil a cada dia que passa. Mas ainda pode ser mudada pelo brio dos jogadores que lá estão", afirmou.

 

A segunda passagem de Felipão pelo Palmeiras terminou setembro - quando foi substituído por Gilson Kleina -, em meio à péssima campanha de 20 pontos em 24 rodadas no Campeonato Brasileiro. Ele havia assumido a equipe em julho de 2010 e teve como ponto alto a conquista da Copa do Brasil deste ano.

 

Mesmo com a saída, o treinador ficará marcado na história do clube. Ele é o segundo técnico com mais partidas pelo Palmeiras, com 408 - atrás apenas de Oswaldo Brandão, com 580 - e na primeira passagem, entre 1997 e 2000, conquistou o sonhado título da Libertadores, em 1999.

 

A saída de Felipão não mudou a situação do Palmeiras no Campeonato Brasileiro e a equipe se vê em situação desesperadora na briga contra o rebaixamento. Atualmente, é apenas a 18ª da tabela, com 33 pontos, sete atrás do Bahia, primeiro time fora da zona da degola.

Escrito por:

Agência Estado