Publicado 08 de Novembro de 2012 - 11h07

XXX

XXX

XXX

Em um dia o temor pelo rebaixamento. No outro, a tranquilidade e a certeza de que bastam apenas mais três pontos para que qualquer risco de queda seja eliminado matematicamente. Este é o Guarani, que antes da partida contra o ASA estava preocupado com a proximidade da zona da degola e agora sabe que vencendo o Avaí amanhã, em Florianópolis, garante sua permanência na Série B do Campeonato Brasileiro.

Tudo isso graças ao próprio resultado (vitória por 2 a 1 sobre o ASA) e a mãozinha dos adversários diretos. Com 41 pontos, o Bugre viu a diferença para o Z4 aumentar para sete graças às derrotas de Bragantino, Guaratinguetá e CRB, justamente os três que estão abaixo na tabela de classificação. A vitória de terça-feira também driblou a matemática. Segundo o site Infobola, o risco de queda antes da 35ª rodada era de 19%. Agora, caiu para apenas 1%.

Caso vença em na capital catarinense, o Bugre, na pior das hipóteses, manterá a vantagem de sete pontos. E como apenas mais seis estarão em disputa, o clube escapa. Outra possibilidade de se livrar da queda é com a conquista de um empate. Mas para isso Guaratinguetá e CRB não podem vencer seus jogos contra Vitória e Ceará, respectivamente. Se for derrotado pelo Avaí, o Guarani confirma matematicamente a sua permanência caso o Guaratinguetá também perca e o CRB não passe de um empate.

Para não ter que se preocupar com os outros, os bugrinos querem fazer sua parte em campo. “Temos que jogar com inteligência porque o Avaí joga sem responsabilidade. Isso sem contar que eles vêm em grande ascensão no campeonato após duas vitórias fora de casa. Vamos em busca dos três pontos para acabar de uma vez por todas com as possibilidades de rebaixamento”, afirma o goleiro Emerson.