Publicado 27 de Novembro de 2012 - 9h36

Tatu-bola

Caters

Tatu-bola

Espécie exclusivamente brasileira, o tatu-bola corre sério risco de extinção.

Segundo o biólogo e diretor da Associação Caatinga, Rodrigo Castro, o perigo da espécie desaparecer é cada vez mais iminente, de acordo com a Lista Vermelha do Ministério do Meio Ambiente. Até junho, a espécie estava na categoria “vulnerável”, agora, já consta como “criticamente em perigo”. O próximo nível é “em processo de extinção”.

A Associação, que atua na preservação do bioma, elaborou em parceria com instituições americanas um projeto para preservar a espécie de tatus-bola, que será apresentado à Fifa. A intenção é que a federação invista na conservação da caatinga e do cerrado e que isso se estenda à pesquisa e preservação da espécie.

 

Foto: Reprodução.

Reprodução

Mascote da Copa 2014 foi batizado pela torcida brasileira como Fuleco

Fuleco, o mascote da Copa de 2014

A Fifa confirmou, no final da noite do último domingo, que o nome Fuleco foi escolhido para batizar a mascote da Copa do Mundo de 2014. A entidade informou que mais de 1,7 milhão de brasileiros votaram neste nome, o que representou 48% dos votos, enquanto os outros concorrentes, Zuzeco e Amijubi, ficaram respectivamente com 31% e 21% da preferência do público.

Anteriormente, em setembro, o tatu-bola havia sido escolhido como o animal que seria a mascote do Mundial que será realizado no Brasil. E agora o mesmo ganhou o nome de Fuleco, uma união das palavras futebol e ecologia, segundo a Fifa, que destacou ambas como "dois componentes fundamentais da Copa".

Os nomes escolhidos pela Fifa como opções para a mascote do Mundial chegaram a ser muito criticados pelo público, mas a entidade garantiu que o nome Fuleco está se tornando cada vez mais conhecido no Brasil. Vencidos nesta disputa, Amijubi é uma mistura das palavras amizade e júbilo e Zuzeco é a composição dos verbetes azul e ecologia.

Fonte: Agência Estado

Características do Tatu-Bola

-Menor tatu brasileiro, o tatu-bola existe apenas no Brasil

-Está ameaçado de extinção por não cavar tão bem como os outros tatus, o tornando vulnerável e presa fácil por estar em uma região de muita seca e escassez de comida;

-Mamífero que possui uma espécie de carapaça que cobre e protege seu corpo;

-A alimentação de um tatu-bola consiste, basicamente, em pequenos insetos como formigas, cupins e besouros e larvas. Além de raízes, alguns vegetais e frutos.