Publicado 28 de Novembro de 2012 - 10h20

Por France Press

Jones, de 19 anos,  recebe cerca de 350 mil dólares por episódio interpretando Jake

DIVULGAÇÃO

Jones, de 19 anos, recebe cerca de 350 mil dólares por episódio interpretando Jake

O ator Angus T. Jones, de "Two and a Half men", que chamou a série de TV de "sujeira", pediu desculpas na terça-feira, numa tentativa de manter o emprego no programa que Charlie Sheen chamou de "amaldiçoado".

 

Jones expressou remorso um dia após ir ao ar, num site de uma igreja cristã, um vídeo no qual o ator pede aos espectadores que não assistam à série de sucesso.

 

"Peço desculpas se meus comentários pareceram ser de indiferença e desrespeito com meus colegas e se deram a impressão que eu não sou grato pela extraordinária oportunidade com a qual fui abençoado. Não foi isso que eu quis dizer", afirma Jones em nota.

 

"Respeito e sou grato a todas as pessoas maravilhosas com quem trabalhei nos últimos dez anos e que viraram uma extensão da minha própria família".

 

Jones, de 19 anos, que recebe cerca de 350 mil dólares por episódio interpretando Jake na série que agora conta com o astro Ashton Kutcher, atacou o programa após aparentemente passar por uma revelação religiosa.

 

"Se você assiste a "Two and a Half Men", por favor pare de assistir a "Two and a Half Men". Eu estou em "Two and a Half Men", e não quero mais estar. Parem de encher suas cabeças com sujeira, por favor", disse o ator em vídeo disponibilizado no Youtube pela Igreja Cristã Forerunner, que pode ser visto em http://www.youtube.com/watch?v=KTju7uI8-1o&feature=plcp.

 

Charlie Sheen, que foi retirado do programa e trocado por Kutcher após uma série de comentários negativos sobre o produtor da série Chuck Lorre, disse à revista People que "é evidente que o programa é amaldiçoado".

 

No pedido de desculpas, Jones foi só elogios para os produtores da série.

 

"Chuck Lorre, Peter Roth e muito outros na Warner Bros. e na CBS são responsáveis por uma das mais significantes experiências da minha vida até hoje. Agradeço muito a oportunidade que me deram e continuam me dando, e também toda a ajuda que recebi e que espero continuar recebendo deles", informou.

 

A Warner Bros. não quis comentar o acontecido.

Escrito por:

France Press