Publicado 26 de Novembro de 2012 - 11h03

Por Agência Estado

O ator ficou famoso por seu papel como John Ross Ewing, homem de negócios do mercado petrolífero, em

FRANCE PRESS

O ator ficou famoso por seu papel como John Ross Ewing, homem de negócios do mercado petrolífero, em "Dallas"

Com a morte, na sexta-feira (23), do ator norte-americano Larry Hagman, famoso por seu papel como J.R. Ewing no seriado "Dallas" os produtores e roteiristas da série televisiva afirmaram que vão preparar um episódio especial para homenagear o artista e seu personagem no programa.

 

Larry Hagman participava da nova versão que estava sendo realizada de "Dallas", exibido, originalmente, entre 1978 e 1991 transformando-se em um dos grandes sucessos da TV na década de 1980. Segundo o site da revista "The Hollywood Reporter", o ator morto aos 81 anos, havia filmado 6 dos 15 novos episódios previstos para a segunda temporada da versão atual do seriado, com estreia marcada para 28 de janeiro. Nos capítulos anteriores seu personagem estava internado com depressão.

 

Com a fatalidade, os roteiristas do programa terão de trabalhar na criação de uma despedida especial para o icônico personagem JR, o vilão de "Dallas" "globalmente reconhecido", como afirmaram os produtores executivos Cynthia Cidre e Michael M. Robin.

 

Além de interpretar seu papel como John Ross Ewing, homem de negócios do mercado petrolífero, em "Dallas", Hagman, que lutava contra um câncer, foi o marido de Jeannie, o Major Nelson, na famosa série "Jeannie é um Gênio", entre 1965 e 1970. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Escrito por:

Agência Estado