Publicado 05 de Novembro de 2012 - 18h37

Por Delma Medeiros

Operários trabalham nas obras de reforma do teatro

Elcio Alves/ AAN

Operários trabalham nas obras de reforma do teatro

Como previsto, a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC) se apresenta no dia 30 de novembro na reabertura do Teatro Castro Mendes. Sob a regência do maestro titular e diretor artístico Victor Hugo Toro, a Sinfônica vai apresentar árias de óperas de Carlos Gomes e trechos da peça Colombo, com a participação da soprano Niza de Castro Tank.

"No dia 30 será uma apresentação para convidados e no dia 1 de dezembro a orquestra repete o programa, em concerto aberto ao público. Mas vamos distribuir convites para não haver superlotação", explica a secretária de Cultura Renata Sunega, lembrando que o teatro tem 770 lugares.

A programação continua no dia 2 de dezembro com o musical Meu Amigo Raul, montagem do grupo Teatro de Pano, com direção do presidente da Associção dos Profissionais de Teatro de Campinas (APTC), Ton Crivelaro.

No dia 3, o palco é ocupado pelo músico Fernando Curti, com seu show Bossa Eternamente Nova, em que faz uma releitura de clássicos da bossa-nova. O espetáculo tem direção artística de Claudio Lima e a participação de Alvinho dos Santos, guitarrista da cantora Alcione e idealizador do show.

Os alunos do Conservatório Carlos Gomes mostram as várias modalidades de arte em dois espetáculos montados especificamente para a ocasião, a ser apresentados dia 4. No dia 5 entra em cena a trilogia grega Oréstia, montagem do grupo Rotunda contemplada com o Fundo de Investimentos à Cultura de Campinas (Ficc).

Leia mais nas edições do dia 6/11 dos jornais do Grupo RAC 

Escrito por:

Delma Medeiros