Publicado 26 de Novembro de 2012 - 17h21

Por Agência Brasil

A balança comercial brasileira obteve saldo de US$ 428 milhões na quarta semana de novembro, resultado de exportações no valor de US$ 4,340 bilhões contra importações de US$ 3,912 bilhões. O bom desempenho no comércio externo, entre os dias 19 e 23, reverteu o déficit acumulado no mês, até a terceira semana, para um superávit de US$ 367 milhões.

 

Os números foram divulgados hoje (26) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, e mostram queda de negócios tanto nas exportações como nas importações, comparado à média diária das semanas anteriores. As remessas de produtos brasileiros para fora do país caíram 24,3%, ao passo que as compras de produtos estrangeiros diminuíram 32,1%.

A Secretaria de Comércio Exterior registrou retração nas exportações das três categorias de produtos. Houve quedas de 34,3% nas vendas de manufaturados (principalmente autopeças, açúcar refinado, automóveis, caminhões, laminados planos, motores e geradores elétricos); recuo de 21,6% nos produtos básicos (petróleo em bruto, milho em grão, carnes, café em grão, algodão, soja e outros); e menos 3,9% nas vendas de semimanufaturados (açúcar em bruto, celulose, ferro-liga, couros e peles).

O desempenho ainda mais fraco das importações é explicado, principalmente, pela redução nos gastos brasileiros com combustíveis e lubrificantes, adubos e fertilizantes, siderúrgicos, aparelhos eletroeletrônicos, químicos orgânicos e inorgânicos, plásticos e obras.

No acumulado de novembro, as exportações somam US$ 15,812 bilhões, resultado 3,2% abaixo em relação ao mesmo mês do ano passado e evolução de 6,6% sobre outubro, comparando-se as médias diárias. No mesmo período, as importações somam US$ 15,445 bilhões, com recuo de 2,9% em relação à média de novembro de 2011 e aumento de 12,7% sobre a média de outubro.

Nos 226 dias úteis do ano, até a última sexta-feira (23), as vendas brasileiras para o exterior somam US$ 218,172 bilhões, com retração de 5,6% na comparação com as médias diárias do ano anterior. As importações acumulam US$ 200,434 bilhões, com queda de 2,1% pelo mesmo critério. No ano, o saldo comercial alcança US$ 17,738 bilhões, ante US$ 26,3 bilhões em igual período de 2011, com diminuição, portanto, de 32,6% no comparativo diário.

Escrito por:

Agência Brasil