Publicado 26 de Novembro de 2012 - 16h00

Por Agência Estado

A venda de produtos manufaturados para o exterior evitou que a retração da média diária das exportações de novembro até a quarta semana fosse maior do que os 3,2% verificados na comparação com o mês fechado de 2011. Segundo os dados divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), a média diária das exportações ficou em US$ 1,054 bilhão nas quatro semanas do mês, ante US$ 1,089 bilhão visto em novembro do ano passado.

 

O segmento que apresentou a pior performance foi o de semimanufaturados, que recuou 8,7% no período, passando de US$ 169,5 milhões para US$ 154,8 milhões na mesma base de comparação. Puxaram o resultado as quedas das vendas de óleo de soja em bruto, ferro fundido, alumínio em bruto, semimanufaturados de ferro e aço e açúcar em bruto. No caso dos produtos básicos, a queda foi de 7,6% no período, passando de US$ 502,9 milhões para US$ 464,9 milhões. O MDIC destacou os itens soja em grão, café em grão, minério de ferro, fumo em folhas, algodão em bruto e carne de frango.

 

Já a média das vendas de manufaturados apresentou alta de 5,4% ao sair de US$ 393,6 milhões para US$ 414,9 milhões. Os principais responsáveis pela elevação foram plataforma de perfuração e exploração de petróleo, óleos combustíveis, laminados planos, aviões, açúcar refinado, hidrocarbonetos e motores e geradores elétricos.

Escrito por:

Agência Estado