Publicado 27 de Novembro de 2012 - 14h47

Larry Hagman ficou conhecido em meados da década de 1960 com a comédia televisiva

FRANCE PRESS

Larry Hagman ficou conhecido em meados da década de 1960 com a comédia televisiva "I Dream of Jeannie"

As cinzas do ator Larry Hagman, falecido na sexta-feira passada, serão espalhadas por todo o mundo, segundo afirmou seu agente nesta terça-feira.

 

"Não haverá sepultura oficial para Hagman", indicou John Castonia ao Entertainment Tonight, em um vídeo postado no site do programa (etonline.com).

 

Duas cerimônias exclusivamente privadas serão realizadas em memória do ator de “Jeannie é um gênio” e “Dallas”, no Texas e na Califórnia, e depois a família decidirá onde jogará as cinzas.

 

"Suas cinzas serão espalhadas em várias partes do mundo. Seu filho viaja muito e sei que Larry ficaria muito contente com isso ", acrescentou Castonia. "Acho que estão pensando em erigir uma estátua de Larry em algum lugar, em Dallas, o que seria uma bela homenagem”, acrescentou.

 

Larry Hagman morreu na sexta-feira consequência de um câncer de fígado. Ele foi viveu o protagonista John Ross (JR) Ewig, da série que marcou as noites da televisão norte-americanas de 1978 a 1991 e foi divulgada em todo o mundo a partir dos anos 1980.

 

Vinte anos mais tarde, JR voltou para as telinhas em uma continuação da série junto de parte do elenco original, com sua mulher Sue Ellen (Linda Gray, 71) e o simpático Bobby (Patrick Duffy, 63).

 

Larry Hagman ficou conhecido em meados da década de 1960 com a comédia televisiva "I Dream of Jeannie" ("Jeannie é um gênio"), na qual interpretava um astronauta da NASA que namorava a charmosa "gênio da lâmpada" Jeannie (Barbara Eden).