Publicado 26 de Novembro de 2012 - 10h08

Por Agência Estado

É "essencial" tomar uma decisão nesta segunda-feira sobre o desbloqueio da ajuda à Grécia, pendente desde junho, afirmou o vice-presidente da Comissão Europeia (CE), Olli Rehn.

 

"É essencial que tomemos uma decisão sobre o desbloqueio" da ajuda, afirmou Rehn, também titular de Assuntos Monetários, ao chegar a Bruxelas para participar da reunião dos ministros do Eurogrupo sobre a Grécia, a terceira em quinze dias.

 

Os ministros da Eurozona voltam a se encontrar com o Fundo Monetário Internacional (FMI) e com o Banco Central Europeu, que integram o trio de credores públicos da Grécia, para avaliar se desbloqueiam uma parcela da ajuda de 31,2 bilhões de euros, pendentes desde julho.

 

Mas a esta altura é provável que a troica autorize a entrega de 44 bilhões de euros, que inclui os montantes previstos para o país até o fim do ano.

 

Os fundos seriam entregues no início de dezembro, já que, caso a ajuda seja desembolsada, deve passar primeiro pela aprovação dos parlamentos nacionais.

Escrito por:

Agência Estado