Publicado 10 de Novembro de 2012 - 15h52

Por France Press

Cerca de 15 mil pessoas, segundo a polícia, reuniram-se neste sábado (10) em Bayona (sudoeste da França) no protesto mais importante dos últimos anos a favor de prisioneiros bascos, pela libertação dos que estão doentes e dos que podem optar pela liberdade condicional.

 

Os manifestantes marcharam sem que fossem registrados incidentes, convocados pela associação Herrira, durante a tarde, pelas ruas do centro de Bayona aos gritos de "Exterat" ("Para casa"), "Anistia agora, prisioneiros para casa", em um grupo liderado por pais de detidos que mostravam retratos de seus filhos, observou a AFP.

Escrito por:

France Press