Publicado 06 de Novembro de 2012 - 11h40

Por France Press

Dois militares americanos acusados de estuprar uma japonesa em meados de outubro foram indiciados nesta terça-feira por um tribunal na ilha de Okinawa (sul do Japão).

 

O promotor de Okinawa indiciou o marinheiro Christopher Browning e o cabo Skyler Dozierwalker, ambos de 23 anos, por estupro e lesão corporal, segundo a agência Jiji.

 

Browning também foi acusado de ter roubado dinheiro de sua vítima. Segundo a agência, os dois militares admitiram o estupro durante o interrogatório.

 

Estas informações ainda não foram confirmadas oficialmente.

 

Caso sejam condenados, os dois homens enfrentarão uma pena mínima de quatro anos de prisão.

 

Depois do incidente, o exército americano impôs um toque de recolher de duração indeterminada aos seus 47.000 soldados no Japão.

Escrito por:

France Press