Publicado 05 de Novembro de 2012 - 11h41

Por France Press

O Prêmio Nobel da Paz Paz 2012 concedido para a União Europeia é ilegal porque a UE não é "um campeão da paz", denunciou nesta segunda-feira o Escritório Internacional para a Paz (IPB, sigla em inglês), que reúne mais de 300 grupos em 70 países.

 

Em uma carta aberta à Fundação Nobel, o IPB, que levou o Nobel da Paz em 1910, pediu que os oito milhões de coroas suecas (932.000 euros) do prêmio não sejam entregues às UE.

 

Para o IPB, "a UE não procura proceder a uma desmilitarização das relações internacionais" e seus membros "justificam a segurança baseada na força militar e travam guerras ao invés de insistir na necessidade de ter enfoques alternativos".

 

O comitê norueguês descartou de imediato o pedido do IPB.

 

Por sua parte, o influente secretário do Prêmio Nobel, Geir Lundestad, declarou à AFP que "este ponto de vista já foi expressado em várias oportunidades, mas que não terá qualquer impacto sobre a evolução do prêmio".

 

O Nobel da Paz 2012 foi concedido à UE por ter extirpado as guerras em um continente que saiu desunido da Segunda Guerra Mundial.

Escrito por:

France Press