Publicado 10 de Novembro de 2012 - 10h43

Por Agência Estado

XX

XXX

XX

Ricardo Gomes quer voltar ao futebol em 2013. Após correr sério risco de morte em agosto do ano passado, por causa de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), o treinador se diz pronto para retomar sua carreira e já sinaliza uma possível negociação com o Vasco, time que treinava quando sofreu o mal súbito, na beira do gramado do Engenhão.

 

Em entrevista ao jornal O Globo, neste sábado, Gomes revelou que mantém conversas com o presidente do Vasco, Roberto Dinamite, e que poderia retornar ao time no início de 2013. Ele seria o substituto de Marcelo Oliveira, que pediu demissão nesta semana, após ocupar o lugar de Cristóvão Borges, ex-auxiliar técnico de Gomes.

 

"A história toda voltou com a saída do Marcelo. Antes eu tinha contato quase que diário com o Cristóvão. Falei com o Roberto semana passada. Falamos sobre meu retorno em 2013, não necessariamente no Vasco. Mas depois da demissão, isso mudou. Há boa intenção dos dois lados. Acho que vamos encontrar uma solução", declarou o treinador.

 

O retorno de Ricardo Gomes ao futebol surpreende. Depois do AVC sofrido durante o clássico entre Vasco e Flamengo, em 2011, o técnico sofreu sequelas e sua carreira era dada como encerrada. Ele precisou passar por sessões de fonoaudiologia e fisioterapia. Também precisou usar cadeira de rodas para se locomover no início do processo de reabilitação.

 

Gomes, no entanto, se recuperou bem do susto. No meio deste ano, os médicos já haviam liberado o treinador para retomar suas atividades normalmente. "Estou seis meses atrasado. Os médicos me disseram em junho ou julho: pode ir trabalhar. Mas preferi me preparar mais, ter o menos de dificuldade possível", contou o treinador, de 47 anos, que ainda faz sessões de fonoaudiologia. "Estou tentando voltar como era antes e já está muito bom".

Escrito por:

Agência Estado