Publicado 10 de Novembro de 2012 - 0h32

Por Paulo Santana

A arquibancada frontal ao campo foi o local escolhido pela Ambev para colocar as cadeiras: Ponte alerta que o setor ainda pode mudar

Leandro Ferreira/AAN

A arquibancada frontal ao campo foi o local escolhido pela Ambev para colocar as cadeiras: Ponte alerta que o setor ainda pode mudar

Como parte do acordo de patrocínio firmado com a multinacional de bebidas Ambev, em maio deste ano, o Moisés Lucarelli receberá cadeiras iguais as do Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro, em 2013. A marcação na arquibancada frontal já começou e, quando o trabalho estiver concluído, será possível ver a marca da cerveja Brahma no mesmo local onde hoje se lê o nome do clube.

Embora seja o local preferido pela empresa, a diretoria destaca que a questão ainda não foi totalmente definida. Por questões que ainda estão sendo negociadas, pode ser que as cadeiras sejam colocadas na arquibancada sobre o portão de entrada do estádio. As novas cadeiras, com custo estimado em R$ 90,00 cada, terão as cores vermelha e branca.

No final de outubro, a empresa finalizou a troca das antigas cadeiras no setor reservado ao Torcedor Camisa 10 Vip, nas cores branca e cinza. A intenção era mostrar a novidade ainda este ano, mas não será possível por falta de tempo. “A Brahma é um dos maiores investidores do futebol nacional e está presente em todos os campeonatos. Passando investimentos direto para os clubes, certamente vai melhorar a estrutura de todos, particularmente da Ponte Preta”, comentou o presidente Márcio Della Volpe.

Junto com a instalação das novas cadeiras, a Ambev também fará melhorias no placar eletrônico, vestiários e também ajudará na reforma do gramado. Por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, a Brahma também começou a fazer investimentos nas categorias de base da Ponte.

E não para por aí. O marketing da empresa também está presente no novo projeto Torcedor Camisa 10. E como parte dos incentivos para fidelizar o pontepretano, a empresa pretende criar gôndolas nos supermercados com uma série de produtos com desconto que variam de 5% a 10% para quem estiver inscrito no TC10. Os testes já começaram em São Paulo e em dezembro chega a Campinas.

Os investimentos da Brahma não são exclusividade da Macaca. No Flamengo, por exemplo, a cervejaria ajuda a pagar a construção de um centro de treinamento. Outros beneficiados são Vasco, Botafogo e Fluminense.

Escrito por:

Paulo Santana