Publicado 08 de Novembro de 2012 - 20h40

Por Agência Estado

Em Em 15 jogos pelo Corinthians, Martínez marcou dois gols

Divulgação

Em Em 15 jogos pelo Corinthians, Martínez marcou dois gols

A declaração dada semana passada pelo argentino Martínez de que, se não for titular em 2013, pedirá para deixar o Corinthians, não pegou bem e o atacante teve de pedir desculpas aos companheiros. O lateral Fábio Santos revelou nesta quinta-feira (08/11) que Martínez, após ver que a sua declaração causou mal-estar no grupo, chamou os jogadores para se explicar.

"Não foi legal, mas ele disse que não foi bem aquilo que quis dizer. Como ele quer disputar a Copa do Mundo de 2014 pela Argentina, precisa estar jogando pelo clube, então é normal querer ser titular. Talvez o erro dele foi ter falado isso para a imprensa", disse Fábio Santos.

O lateral, porém, procurou colocar panos quentes na discussão e evitou comentários mais contundentes. "Já está tudo resolvido, isso não é motivo para polêmica".

Depois de reclamar de não ser titular, Martínez começou jogando contra o Atlético-GO, no último domingo (04/11), e marcou o primeiro gol do Corinthians na vitória por 2 a 0. Para a partida contra o Coritiba, sábado (10/11), no Pacaembu, no entanto, o argentino ainda não está garantido. Tite não definiu o ataque e Martínez, Jorge Henrique e Romarinho disputam duas vagas.

Contratado do Vélez Sarsfield após se destacar na Copa Libertadores, o argentino assinou com o Corinthians até 2015. Em 15 jogos pelo time brasileiro, ele marcou dois gols.

WALLACE SUSPENSO

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu nesta quinta-feira o zagueiro Wallace com um jogo de suspensão pelo pisão dado no atacante Barcos no clássico com o Palmeiras disputado no dia 16 de setembro.

O curioso é que o jogador já havia sido julgado e absolvido pelo lance no dia 5 de outubro. Na ocasião, a denúncia foi no artigo 250 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), "ato desleal ou hostil", foi substituída pelo artigo 254-A, "agressão física". Os auditores desclassificaram a denúncia e absolveram o zagueiro por maioria de votos.

O procurador, porém, não concordou com a decisão e, nesta quinta, Wallace foi julgado por infração ao artigo 250 do CBJD e acabou punido. "O que mais causa espanto nesse processo é que até a Procuradoria teve dúvida e denunciou o jogador primeiro no artigo 250 e depois no artigo 254-A", criticou o advogado do Corinthians, João Zanforlin. Ele afirmou ainda que a prova baseada em imagens de vídeo passa por cima da arbitragem e, pela lógica do STJD, o árbitro também deveria estar denunciado.

O zagueiro recebeu a punição justamente depois de se recuperar de uma lesão na coxa direita que o afastou da equipe por duas semanas. Wallace é reserva imediato de Chicão e Paulo André e, por causa do gancho, não poderá estar à disposição do técnico Tite para o jogo contra o Coritiba, no sábado.

EMERSON TREINA

Fora da equipe desde o dia 13 de outubro, quando sofreu uma lesão no joelho direito durante o jogo contra a Portuguesa, Emerson voltou na manhã desta quinta-feira aos treinos com bola no Corinthians. O atacante participou de um descontraído rachão no CT do Parque Ecológico e, apesar de não mostrar muita desenvoltura, ficou na atividade até o fim. Depois, enquanto os companheiros treinavam jogadas de bola parada sob o olhar atento de Tite, o atacante fez um trabalho específico de finalização no campo ao lado.

Dificilmente Emerson será aproveitado na partida de sábado contra o Coritiba, no Pacaembu. O mais provável é que o atacante retorne à equipe apenas no dia 18, diante do Internacional. Assim, ele terá apenas as três últimas rodadas do Campeonato Brasileiro (contra Inter, Santos e São Paulo) para ganhar ritmo de jogo e chegar bem ao Mundial de Clubes - o Corinthians estreia na competição no dia 12 de dezembro.

Depois de terminar a Libertadores como herói do inédito título alvinegro ao marcar dois gols na decisão contra o Boca Juniors, Emerson não conseguiu emplacar uma boa sequência de jogos. O atacante sofreu com lesões e ainda pegou cinco jogos de suspensão por ofender o árbitro Péricles Bassols após ser expulso contra o Atlético-MG.

O time que enfrentará o Coritiba será definido somente no treino de sexta-feira (09/11). Tite tem dúvidas sobretudo no ataque. Jorge Henrique, Romarinho e Martínez brigam por duas vagas. Apenas Guerrero está garantido.

Escrito por:

Agência Estado