Publicado 08 de Novembro de 2012 - 0h11

Garotos da base do XV durante encontro com a diretoria, na tarde desta quarta-feira (07/11), no anfiteatro do Barão

Divulgação/Fernando Galvão

Garotos da base do XV durante encontro com a diretoria, na tarde desta quarta-feira (07/11), no anfiteatro do Barão

Celso Christofoletti e Luis Guilherme Schnor, presidente e vice do XV de Piracicaba, respectivamente, deram o tom do que o clube será nos próximos dois anos. Nesta quarta-feira (07/11), fizeram questão de apresentar toda diretoria aos jovens jogadores Sub-21 do Nhô Quim. Deixaram bem explícito que o XV “não tem divisões”, isto é, não importa em qual categoria, todos são jogadores do clube.

A apresentação da diretoria aconteceu no anfiteatro do estádio Barão de Serra Negra. Luis Guilherme deu um exemplo elogiável aos jovens atletas. Citou Walter Disney, fundador do conglomerado de diversão e uma das mais famosas marcas mundiais.

“Tenho uma mensagem aos jovens. Walter Disney é conhecido como um dos grandes sonhadores dos últimos 100 anos. Mas sua grande vantagem não foram os sonhos, mas suas realizações”, declarou o vice-presidente. Assim, os jovens jogadores devem procurar ultrapassar os seus limites, ir além dos sonhos, dar o melhor de si, aconselhou o dirigente.

Christofoletti disse que o XV precisa abrir portas e não erguer paredes, isto é, ser um clube unido em busca de objetivos nobres dentro e fora de campo. “Estaremos olhando com muita atenção para a base e qualquer coisa que vocês (atletas) precisarem, basta procurar um dos diretores que todos vão se esforçar para ajudá-los”, disse o presidente.

O encontro com a garotada do clube também marcou a “despedida” do ex-diretor Ledy Nascimento de seu cargo. Segundo o empresário, chegou o momento de se dedicar a vida pessoal. “Estou saindo com o coração apertado. Me dediquei bastante ao XV nesses quase cinco anos e agora preciso cuidar da família. Mesmo assim continuarei ligado ao clube, agora como conselheiro e sempre estarei a disposição para ajudar”, afirmou.

Ivan Oriani e Matheus Bonassi, novos diretores da base, lembraram aos jogadores a importância e a grandeza do XV de Piracicaba. “Já fizemos parte de torcidas organizadas e, acima de tudo, amamos o XV”, comentaram.

O diretor Rosan Evandro Pinto também ressaltou sua paixão pelo Nhô Quim e disse estar à disposição dos meninos para ajudá-los. “Acompanho o XV há vários anos, desde que meu pai era radialista. É um enorme prazer fazer parte da diretoria e poder auxiliar o Celso neste trabalho”, disse.

O diretor José Emílio Zílio lembrou que os garotos do XV são o futuro do futebol. Para isso, além de amor e doação ao clube é preciso ser competitivo.

Edson José Aparecido Angeli, diretor do departamento médico, lembrou que atletas de alto rendimento precisam se vigiar. “Saúde e físico são importantes. Vocês estão em fase de desenvolvimento. Se cuidem!”, avisou.

Os novos diretores das equipes de base do XV são: Vicente Antonio Naval, Mário José Brunelli, José Maurício Biagioni, Matheus Bonassi Semmeler, Ivan Oriani e Rosan Evandro Pinto.

Outra mensagem dos diretores baseou-se na formação do caráter do atleta, antes mesmo da busca esportiva. “É uma vida nova. Primeiro teremos os Jogos Abertos. Em janeiro acontece a Copa São Paulo e vocês serão os primeiros a defender o XV no ano de seu centenário”, frisou Naval, mais conhecido como Tatau.

O secretário de Esportes, Pedro Mello, esteve impossibilitado de participar da reunião, mas encaminhou desejos de boa sorte aos garotos nas próximas competições. A grande expectativa é por ouros nos Jogos.

A equipe Sub-21 estreia na quarta-feira (14/11), às 9h30 nos Jogos Abertos do Interior, em Bauru contra Ribeirão Preto.