Publicado 07 de Novembro de 2012 - 15h25

Por Agência Estado

Djokovic se estica para devolver a bola no jogo desta quarta-feira, em Londres

France Press

Djokovic se estica para devolver a bola no jogo desta quarta-feira, em Londres

Novak Djokovic venceu Andy Murray por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 6/3 e 7/5, nesta quarta-feira (7), e assumiu a liderança do Grupo A do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada. Ao bater o britânico, o sérvio agora acumula dois triunfos em duas partidas, após ter superado o francês Jo-Wilfried Tsonga em sua estreia.

 

No fechamento da segunda rodada desta chave, Tsonga e Tomas Berdych buscarão a primeira vitória nesta edição da competição, pois o checo caiu diante de Murray em seu duelo de abertura na capital inglesa.

 

Com a liderança do ranking mundial já assegurada até o término desta temporada, Djokovic tenta conquistar pela segunda vez o ATP Finals, cujo troféu ficou com o suíço Roger Federer nas duas últimas temporadas - o sérvio levantou a taça em 2008, quando a competição era chamada de Masters Cup.

 

O confronto que abriu o dia em Londres foi muito disputado e só terminou após 2h34min, sendo que Murray, apoiado pela torcida local, iniciou melhor. Sólido no saque, o britânico ganhou todos os pontos que disputou quando encaixou o seu primeiro serviço e não ofereceu nenhum break point ao sérvio na parcial. Para completar, ele aproveitou uma das duas chances que teve de quebrar o saque do rival para abrir vantagem e garantir o 6/4.

 

A partir do segundo set, porém, Djokovic iniciou sua reação e, em meio ao equilíbrio extremo do duelo, aproveitou a única oportunidade que teve de ganhar um game no saque de Murray, que não converteu o único break point cedido pelo tenista número 1 do mundo e acabou perdendo por 6/3.

 

Já na derradeira parcial, sob intensa pressão, os dois tenistas deixaram o desempenho no saque cair e as quebras se tornaram mais constantes, sendo que o sérvio foi um pouco melhor ao converter dois de seis break points, enquanto Murray só aproveitou um de quatro proporcionados pelo seu adversário. E, com o saque na mão, Djokovic assegurou o 7/5 para liquidar o duelo.

Escrito por:

Agência Estado