Publicado 06 de Novembro de 2012 - 15h40

Por Moara Semeghini

Jeisiana, um dos destaques da equipe

Divulgação/Prefeitura de Campinas

Jeisiana, um dos destaques da equipe

Seis atletas-mirins de Badminton de Campinas embarcam nesta terça-feira (6) para o Peru, onde irão disputar o Campeonato Sul-Americano Júnior, na cidade de Lima, que acontece entre os dias 7 e 11 de novembro. As crianças, com idade entre 10 e 14 anos, são moradores da Vila Brandina, em Campinas, e fazem parte do projeto social Os Seareiros. A equipe irá disputar medalhas com atletas da Argentina, Chile, Venezuela e Suriname.

 

Em 2011, no mesmo campeonato realizado na Colômbia, integrantes de Os Seareiros obtiveram importantes resultados, como o primeiro lugar na categoria mirim (ou sub 13 anos) conquistado por Jeisiane Alves e Jhonas Gomes, na modalidade duplas mistas, e os primeiros lugares na categoria pré-mirim (sub 11) de Tamires Santos, nas modalidades simples e duplas femininas.

 

A viagem para os atletas e acompanhantes foi custeada por doadores. Mas o projeto espera consegiur doações para pagar a hospedagem e alimentação das crianças.

 

De acordo com a coordenação da entidade, as doações contínuas são necessárias para garantir a presença dos atletas de maior rendimento nos campeonatos nacionais e internacionais. Os esportistas são treinados diariamente por Luiz de França, que foi técnico da seleção brasileira e de algumas das principais equipes do Badminton do país. França trabalha como voluntário para crianças e jovens da comunidade carente da Vila Brandina na entidade desde 2010.

 

Ainda em novembro, a equipe de Badminton de Os Seareiros participará de outros dois eventos esportivos. 'Nos dias 22 a 25, levaremos dez atletas ao campeonato nacional de Porto Alegre, onde disputarão medalhas com atletas do país inteiro. Parte do custo desse evento já foi conseguido com a doação de três passagens aéreas da Azul. E, entre os dois campeonatos – o de Lima e o Rio Grande do Sul –, iremos participar da última etapa do circuito estadual, que será realizada em São Carlos, no interior paulista, nos dias 17 e 18, com 30 crianças e jovens', cita o estudante de Educação Física Felipe Couto, voluntário da equipe que auxilia no treinamento dos atletas em Campinas.

 

Para custear a viagem dos atletas nesse campeonato nacional, voluntários estão fazendo uma ação entre amigos na forma de uma campanha para a venda de 500 pizzas, nos sabores de mussarela (R$ 15) e de calabresa (R$ 17), que deverão ser retiradas pelos compradores no dia 10 de novembro, na Rua Francisco Mesquita, 335, na Vila Brandina. Os interessados em reservar esses alimentos podem adquirir cupons antecipadamente no endereço citado.

 

Sobre a equipe de Os Seareiros

 

A equipe de Badminton de Os Seareiros é composta por crianças do Núcleo Mãe Maria, um dos projetos sociais da instituição espírita Os Seareiros, fundada em Campinas (SP) em 1975. Nesse núcleo, que funciona desde 1997 na comunidade carente da Vila Brandina, as famílias cadastradas recebem gratuitamente atendimento médico, odontológico, psicológico, fisioterapêutico e social, por meio de profissionais voluntários, enquanto as crianças participam de atividades de reforço escolar e complementar, oferecidas também por meio de voluntários.

 

A fundação oficial da equipe de Badminton de Os Seareiros ocorreu em 1º de março de 2008, com uma aula experimental na quadra do clube da Associação Atlética Ponte Preta, no Jardim das Paineiras, em Campinas, ao lado de outro núcleo da instituição espírita, a Casa de Jesus. Participaram dessa aula 64 crianças do Núcleo Mãe Maria. “Elas começaram praticando o esporte às terças e sextas-feiras. Nesses dias, metade da turma fazia Badminton enquanto a outra metade praticava judô no mesmo período, pois é inviável treinar muitas crianças ao mesmo tempo na quadra de Badminton”, lembra Gilberto Pupo Nogueira, idealizador da equipe de Badminton dessa entidade.

 

Segundo ele, quando a equipe de Os Seareiros começou a disputar os campeonatos estaduais, o time ficava em posições muito aquém dos demais participantes, pois os atletas treinavam pouco – em média uma vez por semana – e não tinham nenhum tipo de infraestrutura para elevar o rendimento em quadra. “Uma das mães observou que era muito ruim ver os filhos perderem tanto e não terem condições de treino para vencer. Aquilo nos despertou para a importância de investir nessa equipe e intensificar os treinos. Para se classificar para os torneios, primeiramente é preciso passar pelas provas regionais. Em 2010, a atividade tornou-se um projeto da instituição, quando conseguimos classificar 17 crianças para ir ao campeonato de Santos. A partir de então, conquistamos classificações importantes no Brasil e no exterior. Já temos 25 atletas de alto rendimento, que são destaques nos principais jogos que disputam – tanto individualmente quanto em dupla.”

 

Com o objetivo de despertar as competências adormecidas nos jovens em situação de risco, concorrendo assim para a sua integração social, esse projeto de Badminton recebe anualmente, em média, cerca de cem crianças e jovens de 10 a 18 anos de idade, de ambos os sexos, oriundos do Núcleo Mãe Maria. “Temos, inclusive, três atletas de Parabadminton no Os Seareiros, um de 14, um de 17 e outro de 25 anos de idade”, cita Beto Nogueira. A participação dos jovens na equipe de Os Seareiros está condicionada à vinculação ao programa de Reforço Escolar que, por sua vez, exige que o participante frequente regularmente as aulas na sua escola pública.

 

As pessoas interessadas em contribuírem com essa iniciativa devem entrar em contato com Cláudia Bovo pelo telefone (19) 9128-5131 ou por meio do e-mail [email protected]

Sobre Os Seareiros

 

Os Seareiros é uma instituição espírita fundada por um grupo de médiuns em Campinas (SP) no ano de 1975. A instituição atua hoje com cinco núcleos de trabalho: a Casa de Jesus (onde fica a sede do grupo, instalada no bairro Jardim das Paineiras, na qual são realizados atendimentos mediúnicos, passes magnéticos e de cura, orientação aos visitantes, palestras e cursos sobre a doutrina espírita); o Núcleo Mãe Maria (que realiza atendimento material às famílias cadastradas da favela da Vila Brandina, oferecendo atendimento médico, odontológico, psicológico, fisioterapêutico e social à comunidade carente, por meio de profissionais voluntários, e ainda atua no campo educacional com atividades de reforço escolar e complementar às crianças dessa região, também por meio de voluntários); Núcleo José Esteves (no Centro de Campinas, onde funciona o bazar permanente de objetos e roupas usadas, uma das fontes de renda para a manutenção das atividades do grupo); a Casa de Acolhimento (localizada no bairro Taquaral, que, em convênio com o poder público, integra a rede de apoio ao morador de rua); e o Bazar Seareiros (no bairro Campos Elíseos, onde são comercializadas desde roupas a móveis a preços baixos, tendo seu rendimento financeiro revertido integralmente para as obras sociais da instituição).

Sobre o Badminton

Esporte olímpico desde 1992, o Badminton é jogado num total de três games. O vencedor é o que ganhar dois games primeiro. Em todas as modalidades, os games são de 21 pontos. Se houver empate em 20 pontos, vencerá aquele que abrir dois pontos de vantagem. Os atletas podem disputar partidas individuais ou em dupla.

O Badminton pode ser praticado ao ar livre, mas os jogos oficiais são sempre jogados em quadra coberta, onde não ocorram correntes de ar. O piso da quadra deve ser feito de material antiderrapante e a rede deve ficar a 1,55 metro de altura do chão. As petecas usadas em competições pesam entre 4,74 e 5,50 gramas e são feitas de nylon para iniciantes ou penas de ganso para as competições principais. Já a raquete é o principal equipamento do Badminton, sendo sua escolha muito importante para um bom desempenho nas quadras.

Escrito por:

Moara Semeghini