Publicado 05 de Novembro de 2012 - 18h07

Por Agência Estado

Djokovic ainda ganhou o prêmio humanitário Arthur Ashe por sua atuação através da Novak Djokovic Foundation e da sua atuação como embaixador da Unicef

France Press

Djokovic ainda ganhou o prêmio humanitário Arthur Ashe por sua atuação através da Novak Djokovic Foundation e da sua atuação como embaixador da Unicef

Novak Djokovic e Roger Federer dividiram os principais prêmios anuais da ATP neste fim de temporada, segundo lista divulgada nesta segunda-feira (5/11). O sérvio teve confirmado o troféu simbólico por terminar o ano na liderança do ranking e ainda ganhou o prêmio humanitário Arthur Ashe por sua atuação através da Novak Djokovic Foundation e da sua atuação como embaixador da Unicef.

Já o suíço foi eleito o esportista do ano, ao ser agraciado com o prêmio Stefan Edberg, após votação dos colegas. Federer superou o croata Marin Cilic, o argentino Juan Martín del Potro e o espanhol David Ferrer para levar o prêmio pela oitava vez, a segunda consecutiva.

Ele ainda foi escolhido o tenista favorito dos torcedores, com 57% dos votos gerais, à frente do escocês Andy Murray, Djokovic e do espanhol Rafael Nadal. Federer, que foi desbancado pelo sérvio no ranking atualizado nesta segunda, levou o prêmio pela 10ª vez seguida. Entre as duplas, os irmãos Bob e Mike Bryan conquistaram 40% dos votos e levaram a melhor pela oitava vez.

Outro destaque da premiação foi o alemão Tommy Haas. O tenista de 34 anos levou o prêmio de melhor retorno. Após ficar 14 meses afastado das quadras, por conta de lesão, o alemão começou a temporada dentro do Top 200 do ranking e saltou para o 21º lugar depois de vencer, entre outros, Federer na final do Torneio de Halle, em junho.

O eslovaco Martin Klizan também foi citado na premiação ao ser escolhido a revelação da temporada. Aos 23 anos, ele subiu 88 posições no ranking da ATP e faturou seu primeiro título de nível ATP, em St. Petersburg, neste ano. Já o australiano Marinko Matosevic foi considerado o tenista que mais evoluiu em 2012.

Escrito por:

Agência Estado