Publicado 29 de Novembro de 2012 - 22h31

Por Carlos Rodrigues

Lance do jogo entre Guarani e Águia de Marabá na partida do acesso em 2008

Cedoc/RAC

Lance do jogo entre Guarani e Águia de Marabá na partida do acesso em 2008

Disputar a Série C do Campeonato Brasileiro em 2013 não será nenhuma novidade para o Guarani. Mas o Bugre, que já teve o dissabor de participar da terceira divisão por duas vezes, encontrará um torneio um pouco diferente daquele em que esteve presente nos anos de 2007 e 2008. O número de participantes e a fórmula do campeonato foram alterados. Por outro lado, na edição do ano que vem, o alviverde terá adversários que passaram pelo seu caminho em outras oportunidades.

Sem dúvidas, a mudança mais drástica foi na quantidade de participantes. Nas temporadas em que o Guarani jogou a competição, eram 64 o número de times — em 2008 foram 63 porque o Rio Bananal (ES) desistiu. Desde 2009, após a criação da Série D, houve uma redução para 20 times, número que permanece até os dias atuais.

Outra novidade para o Bugre será a forma de disputa. Em 2008, no ano em que conseguiu o acesso, o clube disputou três fases de grupos — cada uma delas com seis jogos — até chegar ao octogonal final, onde disputou 14 partidas, chegou no segundo lugar e subiu. Ao todo, foram 32 compromissos para que conseguisse a vaga na Série B.

Em 2013, o número de partidas necessárias para o acesso é menor: 20. Na primeira fase, os 20 clubes serão divididos em dois grupos de dez. Como a divisão das chaves é regionalizada, o Guarani certamente enfrentará os paulistas Mogi Mirim e Barueri, os cariocas Duque de Caxias, Macaé e Madureira e o mineiro Ipatinga. Todas as equipes se enfrentarão dentro do grupo em turno e returno e as quatro melhores avançarão para a fase seguinte.

Caso se classifique, o Bugre decidirá o acesso logo nas quartas de final em confronto mata-mata contra um time do outro grupo, que pode vir a ser, entre outros, os tradicionais Fortaleza e Santa Cruz. Passando por essa etapa, o alviverde estará com a vaga para a segunda divisão assegurada, restando apenas a briga pelo título.

VELHOS CONHECIDOS

O Guarani poderá reencontrar na Série C do ano que vem até cinco times que teve pela frente entre 2007 e 2008. Dentre eles, dois possuem destaque especial na vida do Bugre. O que traz boas lembranças é o Águia de Marabá. Foi contra o rival paraense que o alviverde sacramentou o acesso em 2008, após vitória por 2 a 1 no Brinco de Ouro. O Vila Nova não traz recordações positivas. O clube goiano foi o responsável por eliminar o Guarani em 2007, ainda na segunda fase. Além deles, CRAC (GO), Duque de Caxias (RJ) e Madureira (RJ) já foram adversários do Bugre na terceira divisão do País.

Escrito por:

Carlos Rodrigues